Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Australiano é multado em R$ 7,5 mil por surfar com cobra enrolada no pescoço

Surfista tinha autorização para criar o réptil como pet, mas não poderia tirá-lo de casa; animal pode medir até 3 metros

Internacional|Do R7


Surfista australiano foi multado por surfar com um cobra enrolada no pescoço
Surfista australiano foi multado por surfar com um cobra enrolada no pescoço

Como se a presença de tubarões não fosse motivo suficiente para preocupação nas águas australianas, um homem foi flagrado surfando com um píton enrolado no pescoço e foi multado em US$ 1.500, cerca de R$ 7.500, por sua ousadia.

O surfista causou alvoroço na cidade de Gold Coast, na costa leste da Austrália, após a publicação de imagens dele surfando nas ondas com seu réptil de estimação.

Em nota publicada nesta segunda-feira (18), a Secretaria de Meio Ambiente e Ciências de Queensland informa que o homem tinha permissão para possuir a cobra como animal de estimação, mas não para tirá-la de casa e, muito menos, para surfar com ela.

“Levar um animal para um espaço público ou expô-lo requer outra licença”, diz o boletim.

Publicidade

“As cobras são obviamente animais de sangue frio e, embora saibam nadar, os répteis geralmente evitam a água”, explica o texto.

Leia também

“O píton acharia a água extremamente fria. As únicas cobras que deveriam ser encontradas no oceano são as cobras marinhas”, acrescentou.

Publicidade

O animal em questão era um píton-tapete, uma espécie não venenosa nativa da Austrália. Pode medir até 3 metros de comprimento e geralmente se enrola em sua presa para sufocá-la.

Cruzeiro de luxo seleto com mais de 200 ricaços encalha na areia e lodo do Ártico

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.