Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Chefe de Estado, da nação e das Forças Armadas: quais são os deveres de um rei?

Na monarquia britânica, um soberano rege o Reino Unido, as dependências da Coroa e os territórios ultramarinos do país

Internacional|Maria Cunha*, do R7


Charles 3º ascendeu ao trono após a morte de Elizabeth 2ª
Charles 3º ascendeu ao trono após a morte de Elizabeth 2ª

A monarquia britânica é uma parte do governo, a partir de uma herança hereditária, na qual um rei ou uma rainha reina sobre o Reino Unido, as dependências da Coroa e os territórios britânicos ultramarinos.

Após a morte da rainha Elizabeth 2ª, em 8 de setembro de 2022, o rei Charles 3º ascendeu ao trono, o que fez com ele passasse a exercer as funções que eram da monarca britânica. Mas quais são os deveres de um rei?

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Chefe de Estado

Charles 3º tem poderes principalmente cerimoniais
Charles 3º tem poderes principalmente cerimoniais

De acordo com a Royal Collection Trust, um chefe de Estado é a pessoa pública que personifica oficialmente um Estado em sua unidade e legitimidade. Dependendo da forma de governo do país e da separação de poderes, o chefe de Estado pode ser uma figura cerimonial, como o rei, ou, simultaneamente, o chefe de governo, como o presidente dos Estados Unidos.

Publicidade

Em um sistema parlamentar, como no Reino Unido ou na Índia, o chefe de Estado geralmente tem poderes principalmente cerimoniais e há um chefe de governo separado, o primeiro-ministro.

Um dos papéis mais importantes do chefe de Estado moderno é ser um símbolo nacional vivo do Estado. Assim, nas monarquias hereditárias isso se estende ao monarca, que é um símbolo da continuidade ininterrupta do Estado.

Publicidade

Os chefes de Estado ainda costumam receber visitantes estrangeiros importantes, como políticos e figuras públicas. Nessas ocasiões, o rei assume o papel de anfitrião durante visitas, que podem incluir a inspeção de tropas militares, a troca oficial de presentes e o comparecimento a um banquete no Castelo de Windsor ou no Palácio de Buckingham.

Chefe da nação

Cartão de Natal enviado pelo rei Charles 3º
Cartão de Natal enviado pelo rei Charles 3º

O rei também representa a nação em momentos de luto nacional e para falar pela e à população em tempos de crise. O monarca ainda lidera a pátria em tempos de celebrações, como a transmissão da mensagem de Natal.

Publicidade

A monarquia representa estabilidade e continuidade em tempos de mudança, e várias faixas etárias da população podem relacionar-se com diversas gerações da família real.

Leia também

No Reino Unido, espera-se que o rei e a família real participem de vários eventos e

ocasiões, como apresentações e competições artísticas ou esportivas, exposições, comemorações nacionais, funerais de destaque. Assim, o monarca visita várias partes do país e pessoas de diversos estilos de vida e, às vezes, realiza atos simbólicos, como cortar uma fita ou batizar um navio.

Chefe da Commonwealth

Bandeiras, em Londres, antes da coroação de Charles como rei do Reino Unido e das nações da Commonwealth
Bandeiras, em Londres, antes da coroação de Charles como rei do Reino Unido e das nações da Commonwealth

A Commonwealth é uma associação voluntária de 54 países independentes que teve início no antigo Império Britânico.

Muitos dos membros da organização são territórios que, historicamente, estiveram sob o domínio do Reino Unido em vários momentos, seja por colonização, conquista, seja por cessão.

A administração de tais países evoluiu de várias maneiras, para refletir as diversas circunstâncias de cada território, mesmo depois de independentes. Para conciliar esses objetivos, a Declaração de Londres de 1949 reconheceu o rei George 5º como chefe da Commonwealth.

Antes da morte da rainha Elizabeth 2ª, os líderes da Commonwealth reconheceram o rei Charles 3º nessa função.

Chefe da Igreja da Inglaterra

A Abadia de Westminster, em Londres
A Abadia de Westminster, em Londres

O soberano é o "defensor da fé e governador supremo da Igreja da Inglaterra". Esses títulos datam do reinado de rei Henrique 8°.

Seguindo o conselho do primeiro-ministro, o rei nomeia arcebispos, bispos e decanos da Igreja da Inglaterra, que então fazem um juramento de fidelidade e de prestar homenagens a Sua Majestade.

O papel da Coroa na Igreja da Inglaterra é simplesmente um título. O mais velho clérigo, o Arcebispo de Canterbury, é o líder espiritual da Igreja e da comunhão anglicana mundial.

O rei também faz um juramento de preservar a Igreja da Escócia, mas de outra forma, pois esta não participa de seu governo e não exerce poderes sobre ele. O soberano não tem um papel formal na Igreja no País de Gales ou na Igreja da Irlanda.

O rei ainda reconhece e celebra a diversidade religiosa e a tolerância no Reino Unido e na Commonwealth. Isso é visto no Natal e nas mensagens do Dia da Commonwealth, as quais muitas vezes abordam o tema da inter-religião, da harmonia e da tolerância.

Chefe das Forças Armadas

Charles 3º detém muitas nomeações militares e graus honorários
Charles 3º detém muitas nomeações militares e graus honorários

Como soberano, o rei também é chefe das Forças Armadas, nas quais os irmãos, o pai

e os filhos também servem.

O rei mantém uma estreita relação com as Forças Armadas por meio de visitas a estabelecimentos de serviços e navios. Ele detém muitas nomeações militares e graus honorários.

Como é tradição no aniversário do monarca, a data é comemorada todos os anos com a grande exibição militar do Trooping of the Colour. O rei costuma frequentar a cerimônia.

*Estagiária do R7, sob supervisão de Fabíola Glenia

Veja 7 revelações bombásticas expostas no novo livro sobre rei Charles 3º, herdeiro do trono

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.