Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Confira as etapas da cerimônia de coroação do rei Charles 3º

O reinado do monarca começou no dia 8 de setembro de 2022, mas será oficializado no sábado (6)

Internacional|Do R7


Rei Charles 3º será coroado no próximo sábado (6)
Rei Charles 3º será coroado no próximo sábado (6)

Os atos pela coroação do rei Charles 3º da Inglaterra, cercados de grande pompa, começarão na manhã do próximo sábado (6) com o trajeto feito de carruagem pelo novo monarca e pela rainha Camilla, do Palácio de Buckingham, onde moram, até a Abadia de Westminster, em Londres.

Confira os eventos que oficializam o reinado de Charles 3º, que começou de fato em 8 de setembro de 2022, com a morte da mãe e antecessora do rei no trono, Elizabeth 2ª:

Às 10h20 (6h20 em Brasília)

Nesse horário, o rei, acompanhado pela rainha consorte, vai embarcar na carruagem Diamond Jubilee no Palácio de Buckingham para passar ao longo da avenida The Mall e da região de Whitehall, onde ficam os principais ministérios do governo britânico, para chegar à Abadia de Westminster, onde ocorrerá a cerimônia formal.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Publicidade

Em ambos os lados das ruas pelas quais a carruagem vai passar, milhares de pessoas estarão reunidas com bandeiras e faixas, mas também são esperados protestos de grupos republicanos.

A carruagem de carvalho, que tem ar-condicionado e suspensão hidráulica, será puxada por seis cavalos e escoltada por membros da Guarda Real.

Publicidade

Pouco antes das 11h (7h Brasília)

Espera-se que Charles 3º e Camilla cheguem à abadia nessa faixa horária. O rei deve usar um uniforme militar em vez do traje formal, com capa e meias, usado pelos monarcas anteriores.

Uma vez dentro do templo religioso, onde vários convidados estarão esperando, terá início o serviço formal de coroação, o primeiro desde que Elizabeth 2ª foi coroada, em junho de 1953.

Publicidade

Até chegar ao altar, o rei será precedido por uma procissão de líderes religiosos, por representantes de países da Commonwealth (comunidade de ex-colônias britânicas) e pelo primeiro-ministro do Reino Unido, Rishi Sunak.

O príncipe George, neto de Charles 3º e o segundo na linha de sucessão ao trono, será um dos pajens da coroação, juntamente com os netos de Camilla — Lola, Eliza, Gus, Louis e Freddy.

Parte do cortejo carregará os trajes reais que serão usados na cerimônia.

O rei será coroado em frente ao altar-mor da abadia, no trono de Santo Eduardo (também chamado de trono do Rei Eduardo e Cadeira da Coroação), construído no século 14 e no qual muitos chefes de estado britânicos foram coroados.

Insígnias reais

Na cerimônia, serão entregues ao rei as insígnias reais, que consistem na coroa de Santo Eduardo, o orbe e os cetros. O Reino Unido, de acordo com a família real britânica, é o único país europeu a usar essas insígnias em uma coroação.

Esses objetos simbolizam as responsabilidades do chefe de Estado britânico até o dia de sua morte.

Charles 3º será presenteado com o orbe do soberano, que simboliza o mundo; o cetro com a cruz, que representa o mundo cristão; o cetro da pomba, que corresponde ao papel espiritual do monarca; e a coroa de Santo Eduardo — será a única vez na vida em que ele vai usar essa coroa, confeccionada em 1661, feita de ouro e decorada com rubis, ametistas, safiras, granadas e topázios.

Camilla receberá a vara da rainha consorte e a coroa da rainha Maria. Uma vez coroada, Camilla será chamada de rainha em vez de rainha consorte.

Etapas da coroação

Primeiro estágio: Charles 3º será "apresentado ao povo", uma tradição antiga na qual o rei olha para a congregação, que grita "God save the king" (Deus salve o Rei), e as trombetas soam.

Segunda etapa: os dois juramentos do rei. Um para reconhecer as diversas religiões observadas no Reino Unido, e o outro no qual o monarca se compromete a ser um "fiel protestante", conhecido como "Declaração de Adesão".

Terceira etapa: Charles 3º se sentará no trono de carvalho de Santo Eduardo — considerado a peça de mobília mais antiga do Reino Unido e colocado em um piso de mosaico medieval — para ser ungido, o que enfatiza seu papel espiritual como chefe da Igreja Anglicana. Para isso, o arcebispo de Canterbury, Justin Welby, derramará óleo sobre a cabeça, o peito e as mãos do rei.

Quarta etapa: o momento mais importante. O rei receberá as insígnias reais antes que o arcebispo de Canterbury coloque a coroa de Santo Eduardo em sua cabeça. Aqui, o toque dos sinos da abadia será ouvido, enquanto tiros de canhão serão disparados da Torre de Londres e de outros locais do país.

Em seguida, o príncipe William, herdeiro da coroa britânica, se ajoelhará diante do pai para prestar reverência.

Depois que Charles e Camilla forem coroados, o rei removerá a coroa de Santo Eduardo e colocará a coroa imperial, que é usada para a abertura formal do Parlamento Britânico.

13h (9h Brasília)

Espera-se que a cerimônia termine nesse horário. O rei e a rainha, coroados, retornarão ao Palácio de Buckingham na carruagem de 260 anos, acompanhados por quase 4.000 membros das Forças Armadas.

Após as 14h (10h Brasília)

O rei e a rainha farão sua tradicional saudação da sacada do Palácio de Buckingham para a multidão reunida no local, enquanto aeronaves da Força Aérea Real sobrevoarão o prédio.

Uma das grandes incógnitas de uma cerimônia planejada milimetricamente e da qual quase todos os detalhes são conhecidos será saber quais membros da família real foram designados pelo rei e pela rainha para aparecer na sacada do Palácio de Buckingham.

Traições, mala de dinheiro e mais: saiba os maiores escândalos da vida do rei Charles 3º

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.