Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

França investiga presidente da Interpol por supostas torturas

Emiratense Ahmed Naser al Raisi foi eleito presidente da organização em votação realizada em novembro de 2021

Internacional|Do R7

Ahmed Naser al Raisi será investigado pela Justiça francesa
Ahmed Naser al Raisi será investigado pela Justiça francesa Ahmed Naser al Raisi será investigado pela Justiça francesa (OZAN KOSE/AFP)

A Justiça da França abriu uma investigação contra o presidente da Interpol, o emiratense Ahmed Naser al Raisi, por suposta tortura, segundo informou a imprensa francesa nesta quinta-feira (24).

Al Raisi foi eleito presidente da Interpol na Assembleia Geral que a organização internacional de polícia realizou em novembro do ano passado em Istambul.

Essa eleição ocorreu "apesar de evidências convincentes" sobre sua participação em "graves violações" dos direitos humanos contra cidadãos emiratenses e estrangeiros, conforme relatado na época pela ONG Gulf Center for Human Rights (GCHR).

A imprensa francesa disse nesta quinta-feira que a investigação foi iniciada a pedido da Procuradoria Nacional Antiterrorista, embora não possa detalhar quando começou exatamente.

Publicidade

Fontes judiciais francesas evitaram confirmar a informação à Agência Efe, mas também não a negaram. A Interpol, que tem sede na cidade francesa de Lyon, também se recusou a fazer comentários até que mais detalhes sejam divulgados.

O GCHR, com sede em Beirute, investiga violações de direitos humanos nos países do Golfo Pérsico e um de seus membros, Ahmed Mansoor, está preso nos Emirados Árabes Unidos desde 2017 e pode ter sido vítima de tortura e abuso, segundo uma denúncia.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.