Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Furacão Irma: voos e cruzeiros são cancelados no Caribe

Fenômeno já é considerado o mais poderoso da década no Atlântico

Internacional|Do R7


O furacão irma matou pelo menos duas pessoas no Caribe
O furacão irma matou pelo menos duas pessoas no Caribe

A passagem do furacão Irma pelo Caribe já está impactando a vida dos turistas. O fenômeno natural, que matou pelo menos oito pessoas, está sendo considerado por especialistas o mais poderoso da década no Atlântico. A Nasa informou que o furacão chegou à categoria 5, que é a mais alta, quando e os ventos superam a marca dos 252 km/h.

Aéreo

A Latam informou que, devido à previsão de atingir as regiões de Punta Cana, na República Dominicana, Havana, em Cuba, e Miami e Orlando, nos EUA, durante os próximos dias, está oferecendo opções aos seus passageiros com voos programados entre 5 e 11 de setembro de 2017 para reprogramarem as suas viagens gratuitamente.

Os passageiros com viagens marcadas para essas regiões podem alterar a data do voo, com mesma origem e destino, sem cobrança de multa entre hoje e até 15 dias após a data original da viagem.

Publicidade

Imagens da Nasa mostram avanço do furacão Irma, o mais forte da ultima década, em direção ao Caribe

A American Airlines informou que quem tiver voos afetados pelas condições climáticas pode alterar o dia da viagem sem a cobrança de multa. Entretanto, a opção só é válida para passageiros que compraram o bilhete até 5 de setembro, que tem viagem programada entre 5 e 12 de setembro de 2017, e que pode viajar entre 5 e 15 de setembro deste ano.

Publicidade

Essas condições são válidas para os voos para as cidades de Daytona Beach, Fort Lauderdale, Fort Myers, Key West, Miami, Orlando, Palm Beach, Sarasota e Tampa, localizadas na Florida; para Exuma, Freeport, Marsh Harbour, Nassau, North Eleuthera, e San Salvador, em Bahamas; e para as cidades de Camaguey, Cienfuegos, Havana, Holguin, Santa Clara e Varadero, em Cuba.

A British Airlines informou que os voos seguem a programação normal em Bermuda, Barbados e Punta Cana, assim como os voos entre Londres, Tampa e Orlando.

O aeroporto de Antigua fechou para voos nesta quarta-feira (6), mas deverá reabrir amanhã (7). Já os voos entre Londres e Miami na sexta-feira (8), no sábado (9) e no domingo (10) estão sujeitos a cancelamentos. Os passageiros que desejam mudar os voos agendados podem escolher trocar o destino ou escolher outra data antes do dia 30.

A companhia também oferece opções de reserva para passageiros com voos agendados para Miami, Fort Lauderdale, Tampa ou Orlando entre 8 e 12, sendo que podem escolher voar para o destino já reservado, entre 6 a 12 ou de 12 a 30 de setembro.

Já a Gol afirmou que dois voos foram cancelados, ambos de São Paulo para Punta Cana. A empresa ressaltou que, tentando minimizar os impactos, foram criados voos extras. Um deles, antecipado, chegou ao Brasil nesta quarta-fera (6). Outro sairá na noite desta quarta e, na quinta (7), está previsto um voo de São Paulo para Punta Cana.

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras, por sua vez, cancelou um voo (Viracopos-Fort Lauderdale) na sexta-feira (8), quatro no sábado (Fort Lauderdale-Viracopos; Viracopos-Fort Lauderdale; Viracopos-Orlando e Orlando-Viracopos) e um no domingo (9) (Fort Lauderdale-Viracopos), devido às condições meteorológicas nos aeroportos de destino. Segundo a companhia, os passageiros receberão toda a assistência necessária e serão reacomodados em outros voos da companhia. 

Marítimo

A MSC informou que o navio MSC Divina seguirá diretamente para Miami, onde chegará na manhã de quinta-feira (7), antes da paralisação das operações do porto local, prevista para sexta-feira (8), onde os hospedes poderão desembarcar. O transatlântico navegará para Cozumel, no México, que está fora do alcance do furacão.

Os hóspedes que optarem por desembarcar amanhã receberão o reembolso, referente aos dois dias restantes da viagem, além de um voucher com 25% de desconto para a aquisição de outro cruzeiro com a empresa.

Turistas devem evitar a Flórida durante o furacão, diz Consulado

Ainda segundo a MSC, com a previsão de chegada do furacão ao sul da Flórida, não será possível o retorno do transatlântico para o porto de origem. Por este motivo, o cruzeiro do MSC Divina, que começaria no sábado (9) foi cancelado. Os hóspedes com reservas para este itinerário poderão transferir suas viagens para outros cruzeiros ou optar pelo reembolso.

O furacão está afetando todas as operações dos navios em toda a região do Caribe, incluindo Cuba. Por conta disso, o porto de Havana vai interromper as operações a partir de sexta-feira (8), o que impossibilita a chegada do MSC Opera. A empresa informou ter decidido estender a parada do cruzeiro em Cozumel, no México, até o fim da viagem.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.