Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Georgia irá recontar votos após diferença mínima entre candidatos

O número de votos mostrou Biden à frente de Trump por apenas 14.101 votos, por isso uma recontagem dos 5 milhões de votos é necessária

Internacional|Do R7, com Reuters


Manifestantes participaram de protestos na Georgia, nos Estados Unidos
Manifestantes participaram de protestos na Georgia, nos Estados Unidos

O secretário de Estado da Georgia, Brad Raffensperger anunciou nesta quarta-feira (11) que o estado irá recontar manualmenteos votos da eleição do dia 3 de novembro. A auditoria da eleição de 2020, anunciada em uma coletiva de imprensa, irá recontar a mão os milhões de votos de cada condado. A notícia é da CNN.

"Com a margem sendo tão estreita, será necessária uma recontagem manual completa em cada condado", disse o secretário de Estado Brad Raffensperger, um republicano, em entrevista coletiva em Atlanta. "Isso ajudará a aumentar a confiança", afirmou Raffensperger.

Leia mais: Votos de Nevada e Geórgia podem definir eleição nos EUA nesta 5ª

A contagem de votos na Geórgia mostrou Biden à frente de Trump por apenas 14.101 votos em cerca de 5 milhões em todo o estado, e com a margem tão pequena, uma recontagem é necessária, disse o secretário de Estado da Geórgia, Brad Raffensperger, em entrevista coletiva.

Publicidade

“Você realmente tem que fazer uma recontagem manual completa de tudo porque a margem é muito próxima”, disse Raffensperger. “Queremos começar antes do fim da semana.”

"As pessoas farão muitas horas extras nas próximas semanas", disse ele. O principal funcionário eleitoral do estado disse que a tarefa gigantesca que deve ser concluída até 20 de novembro.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.