Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Havana tem clima tranquilo no primeiro dia sem Fidel

Ex-líder polêmico morreu na última sexta-feira (25) na capital cubana aos 90 anos de idade

Internacional|Caroline Apple, especial para o R7, de Havana (Cuba)


Turistas caminham por Havana, em Cuba, na noite de sábado (26)
Turistas caminham por Havana, em Cuba, na noite de sábado (26)

As ruas de Havana, capital cubana, estariam da mesma maneira caso o som da salsa continuasse a embalar os dias ensolarados. No primeiro sábado (26) sem Fidel Castro, que morreu na última sexta-feira (25), a capital cubana seguiu tranquila e pacífica com turistas por todas as partes e o comércio pujante.

Os canais de televisão local mostravam as primeiras impressões do povo cubano que ovaciona a figura de Fidel. Mas nas ruas o clima era de resignação e incerteza.

Como a morte do pilar político da ilha, resta a figura de Raúl Castro, que tem dedicado sua atenção à área econômica.

Leia mais notícias de Internacional

Publicidade

Mas a atuação de Fidel divide opiniões. Há quem diga que a era do pilar da revolução cubana era mais próspera do que a conferida por seu irmão.

Por outro lado, a flexibilidade de Raúl é vista com bons olhos por aqueles que sonham com o fim do isolamento e da falta de liberdade.

Os cubanos preferem não falar sobre política. Os que decidem expressar sua opinião sempre são favoráveis ao governo. Os mais jovens seguem como oposição e demonstram satisfação com a morte do ex-estadista.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.