Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Irma: pelo menos 5,7 milhões estão sem energia na Flórida

Número de mortes chega a cinco, diz imprensa local

Internacional|Do R7, com agências internacionais


O fenômeno se move a uma velocidade de 28 km por hora em direção ao litoral noroeste da península da Flórida
O fenômeno se move a uma velocidade de 28 km por hora em direção ao litoral noroeste da península da Flórida

Pelo menos 5.777.263 casas e empresas estão sem energia elétrica no estado americano na Flórida nesta segunda-feira (11) em decorrência dos danos causados pelo furacão Irma, que avança pela região. Os dados são do governo local. A emissora ABC, por sua vez, diz que o número de mortes causadas pelo Irma nos EUA chega a cinco: duas pessoas faleceram no condado de Monroe, outras duas em Hardee e outra em Orange.

Brasileiros criam rede de apoio e acolhem mais de 300 pessoas

Atualmente, o furacão foi rebaixado à categoria 1 de intensidade, com fortes tempestades e ventos de 120 km por hora. Informações da rede de notícias CNN apontam que o olho do Irma encontra-se nesta manhã de segunda ao norte da cidade de Tampa.

Avião da FAB vai resgatar brasileiros em ilha atingida por furacão

Publicidade

Confira a cobertura completa sobre o furacão Irma

O fenômeno se move a uma velocidade de 28 km por hora em direção ao litoral noroeste da península da Flórida e deve atingir a fronteira com a Geórgia às 11h no horário local (12h no horário de Brasília).

Publicidade

O NHC (Centro Nacional de Furacões) dos EUA afirma que o deve ser reduzido a uma tempestade tropical durante o dia e se tornar uma depressão tropical até a tarde de terça-feira (12). O fenômeno já foi classificado como um dos furacões mais potentes registrados no Atlântico.

Not a Dailymotion video URL.

Na noite de domingo (10), a NASA divulgou imagens que mostram o furacão se movendo sobre o estado da Flórida durante o fim de semana. 

GOES Visible Timelapse of Hurricane Alley

See a satellite view of Hurricane #Irma moving in on Florida, seen over the last 24-hours. Watch & get more data on this storm: http://go.nasa.gov/2eY9Rbj

Posted by NASA - National Aeronautics and Space Administration on Sunday, September 10, 2017

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.