Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Lava de vulcão chega ao mar e cria nova ameaça no Havaí

Lava expelida pelo vulcão Kilauea chegou ao oceano Pacífico neste domingo e criou uma nova ameaça à saúde dos moradores do Havaí

Internacional|Fábio Fleury, do R7, com agências internacionais


A lava expelida pelo vulcão Kilauea, que entrou em erupção no início do mês no Havaí, atravessou uma rodovia e chegou ao oceano Pacífico neste domingo (20) e criou um novo risco para a saúde dos moradores da maior ilha do arquipélago.

Depois do risco causado pelo próprio movimento da lava ao subir à superfície, das explosões que atiravam blocos de pedra, das nuvens de cinzas e do dióxido de enxofre, gás tóxico que começou a sair pelas mais de 20 fissuras que apareceram no solo da ilha, o perigo agora está na mistura da lava com a água do mar.

Lava chegando ao oceano
Lava chegando ao oceano

Ácido e partículas no ar

Segundo informações da CNN, quando a lava atinge a água do mar, o choque térmico e a mistura das substâncias que formam o magma com a água fazem com que ácido clorídrico e partículas de vidro vulcânico sejam expelidos no ar.

Publicidade

Os vapores e substâncias formados pela mistura podem causar inflamações de pele, olhos e até afetar os pulmões. De acordo com as autoridades do Havaí, a toxicidade no ar chega a níveis que podem até matar.

Leia mais: Havaí: Kilauea tem erupção violenta após dias em atividade

Publicidade

"Essa mistura quente e altamente corrosiva de gases causou duas mortes de pessoas que estavam próximas a um ponto onde a água do mar atingiu um fluxo de lava em 2000", alertou um comunicado do Observatório Havaiano de Vulcões (HVO, na sigla em inglês).

Além disso, afirma o HVO, quando as nuvens de gases são atingidas por chuvas, a chuva ácida resultante tem o mesmo pH do ácido usado em baterias de carros.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.