Internacional Monte Everest é mais alto do que se pensava, dizem Nepal e China

Monte Everest é mais alto do que se pensava, dizem Nepal e China

Nepal nunca havia medido a altura da montanha, mas usava a estimativa de 8.848 metros feira pela Pesquisa da Índia em 1954, que inclui a neve

Reuters
Everest é mais alto do que se pensava

Everest é mais alto do que se pensava

Reuters/Monika Deupala

O Monte Everest é mais alto do que se pensava, disseram Nepal e China nesta terça-feira (8), resolvendo um conflito de longa data sobre a altura do pico mais elevado do mundo, que se estende pela fronteira comum entre os dois países.

Kathmandu e Pequim divergiam sobre a altura exata, mas depois que cada uma enviou uma expedição de topógrafos ao pico, concordaram que a altura oficial é de 8.848,86 metros - um pouco mais do que seus cálculos anteriores.

O Everest é um "símbolo eterno da... amizade entre Nepal e China", disse o ministro das Relações Exteriores nepalês, Pradeep Kumar Gyawali, ao anunciar os resultados de suas medições em uma videochamada com seu equivalente chinês, Wang Yi.

O Nepal nunca havia medido a altura do Monte Everest por conta própria, mas usava a estimativa de 8.848 metros feira pela Pesquisa da Índia em 1954, que inclui a neve.

Uma medição chinesa de 2005 determinou que a altura rochosa do pico é de 8.844,43 metros, cerca de 3,7 metros menos do que a estimativa de 1954.

Segundo alpinistas, o terremoto de magnitude 7,8 de 2015, que matou quase nove mil pessoas no Nepal, pode ter alterado a altura do Everest.

O Nepal, que abriga outros sete dos 14 picos mais altos do mundo, enviou sua primeira equipe de topógrafos para medir o Everest em maio do ano passado. Depois topógrafos chineses escalaram o pico na primavera deste ano, quando os dois países fecharam a montanha para outros alpinistas por causa da pandemia de coronavírus.

Últimas