Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Morre panda gigante emprestado pela China à Tailândia

Lin Hui vivia em um recinto climatizado no zoológico de Chiang Mai desde 2003 e deveria ser devolvida ao governo chinês em outubro

Internacional|

Lin Hui era o último dos três pandas na Tailândia e vivia em um recinto climatizado desde 2003
Lin Hui era o último dos três pandas na Tailândia e vivia em um recinto climatizado desde 2003 Lin Hui era o último dos três pandas na Tailândia e vivia em um recinto climatizado desde 2003

Um panda fêmea gigante cedido pela China à Tailândia, que teve sua vida transmitida ao vivo 24 horas por dia por uma rede de televisão, morreu nesta quarta-feira (19) aos 21 anos, anunciou o zoológico de Chiang Mai (norte).

Lin Hui era o último dos três pandas na Tailândia e vivia em um recinto climatizado no zoológico desde 2003. Deveria ser devolvido à China em outubro.

O animal começou a sangrar pelo nariz na noite de terça-feira e seu estado de saúde se deteriorou rapidamente até sua morte, explicou o diretor do parque, Wutthichai Muangman.

"Nós o ajudamos o máximo que pudemos, até que Lin Hui nos deixou", lamentou.

Publicidade

Especialistas chineses e tailandeses vão realizar uma autópsia para determinar a causa da morte.

Cedido pela cidade chinesa de Chengdu, Lin Hui tinha um seguro de meio milhão de dólares ( R$ 2,4 milhões).

Publicidade
Lin Hui teve sua vida transmitida ao vivo pela internet de 2009 até 2012
Lin Hui teve sua vida transmitida ao vivo pela internet de 2009 até 2012 Lin Hui teve sua vida transmitida ao vivo pela internet de 2009 até 2012

"É muito lamentável que sua vida não tenha sido salva", disse o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, a repórteres em Pequim.

"As autoridades chinesas vão montar uma equipe de especialistas para ir à Tailândia o mais rápido possível", acrescentou.

Publicidade

Leia também

Durante anos, tudo foi feito para acasalar Lin Hui com Chuang Chuang, que morreu de ataque cardíaco em 2019. Após inseminação artificial, a fêmea deu à luz a Lin Ping em 2009.

A vida da família cativou o país inteiro, nas transmissões ao vivo dos afazeres desses animais no "canal dos pandas", que funcionou 24 horas por dia entre 2009 e 2012. Lin Ping foi devolvido à China um ano depois.

Publicidade

Os pandas gigantes têm pouco apetite sexual e estão entre as espécies mais ameaçadas do mundo. Sua expectativa de vida varia de 15 a 20 anos na natureza, mas podem chegar a 30 anos em cativeiro, segundo o Fundo Mundial para a Natureza (WWF).

Alpinista deixa caverna após 500 dias confinada; experiência faz parte de um estudo

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.