Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Rússia acusa os EUA de tentar militarizar a Ásia e isolar a China

Declaração de Sergei Lavrov surge em meio à crescente rivalidade entre as duas maiores economias do mundo no Sudeste Asiático

Internacional|Do R7


Sergei Lavrov vê EUA e aliados na tentativa de conquistar a região Ásia-Pacífico
Sergei Lavrov vê EUA e aliados na tentativa de conquistar a região Ásia-Pacífico

O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, acusou os Estados Unidos de querer militarizar a região Ásia-Pacífico para conter a China, às vésperas de uma reunião crucial entre Joe Biden e Xi Jinping.

"Os Estados Unidos e seus aliados, assim como a Otan, estão tentando conquistar a Ásia-Pacífico", disse o chanceler russo neste domingo (13) na cidade de Phnom Penh, Camboja, onde participa da cúpula da ASEAN (Associação das Nações do Sudeste Asiático).

"Eles estão planejando uma militarização desta região claramente para conter a China e limitar os interesses russos na região", completou Lavrov.

O Sudeste Asiático é palco de uma crescente rivalidade entre os Estados Unidos e a China, que se enfrentam em uma luta por influência econômica e de segurança.

Publicidade

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o líder chinês, Xi Jinping, devem se reunir na segunda-feira durante a cúpula do G20 em Bali, na Indonésia, em um contexto marcado por suas divergências sobre a crise dos mísseis norte-coreanos e o status de Taiwan.

Pequim também vê a aliança Quad, grupo de segurança que inclui Austrália, Estados Unidos, Japão e Índia, como uma tentativa de isolá-lo na Ásia.

Lavrov fez as declarações no aeroporto de Phnom Penh antes de voar para a ilha de Bali, onde representará o presidente russo, Vladimir Putin, na cúpula do G20 na próxima terça (15) e quarta-feira (16).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.