Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ucrânia diz que bombardeou base de mercenários russos

Grupo de segurança privada Wagner estaria atuando na Ucrânia em apoio ao Exército de Vladimir Putin

Internacional|Do R7


Bombardeios russos e ucranianos se repetem por todo o país
Bombardeios russos e ucranianos se repetem por todo o país HANDOUT/AFP

A Ucrânia afirmou nesta segunda-feira (15) que atacou uma base do grupo paramilitar Wagner, cujos integrantes são acusados de combater junto às tropas russas, e destruiu uma ponte próxima à cidade ocupada de Melitopol.

Segundo o governador da região de Lugansk, no leste da Ucrânia, a base dessa sociedade militar privada na cidade de Propasna foi "destruída por um disparo de precisão". A operação foi realizada no domingo (14), segundo Serguii Gaidai no Telegram.

O grupo Wagner seria vinculado ao oligarca russo Evgueni Prigoyin, considerado um aliado do presidente Vladimir Putin. Os mercenários estiveram presentes nos últimos anos nos conflitos na Síria, Líbia, Mali e outros países da África.

As autoridades ucranianas garantiram ainda que grupos de sabotagem pró-Kiev conseguiram destruir uma ponte ferroviária nos arredores de Melitopol (região de Zaporizhzhia), ocupada pelo Exército russo, em novo esforço para perturbar a logística das tropas de Moscou.

"Uma ponte ferroviária a menos no sudoeste de Melitopol significa uma ausência total de trens militares da Crimeia", península anexada em 2014 pela Rússia e essencial para os abastecimentos do Exército russo, anunciou no Telegram o prefeito de Melitopol, Ivan Fedorov.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.