Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Veja a tela sagrada atrás da qual rei Charles e Camilla serão ungidos

Durante a unção, o arcebispo vai aplicar no casal um óleo que foi abençoado em Jerusalém; o momento é considerado sagrado

Internacional|Do R7


Tela é emoldurada por suportes de madeira extraídos de um antigo carvalho de Windsor
Tela é emoldurada por suportes de madeira extraídos de um antigo carvalho de Windsor

Imagens da tela atrás da qual o rei Charles e a rainha consorte Camilla Parker-Bowles serão ungidos foram reveladas. A tela, de bordado fino, é emoldurada por suportes de madeira extraídos de um antigo carvalho da propriedade do castelo de Windsor, plantado em 1765, e arrematados por águias de bronze folheadas a ouro. As informações são do jornal britânico The Guardian.

A unção é historicamente vista como o momento mais sagrado da coroação. Segundo a agência de notícias AFP, o casal será ungido com um óleo chamado Santo Crisma, que é fabricado e abençoado em Jerusalém. O evento é tido como um encontro entre o soberano e Deus, e a tela deve ser usada para dar santidade a esse momento. Tradicionalmente, a unção não é fotografada nem televisionada.

A tela de Charles, de 2,6 metros de altura e 2,2 de largura, permitirá maior privacidade enquanto o arcebispo da Cantuária, considerado o bispo sênior da Igreja Anglicana, derrama o crisma, ou óleo sagrado. O crisma vai escorrer de uma ampla ampola de ouro, que tem o formato de uma águia, diretamente para uma colher do século 12. O arcebispo então vai ungir o rei, fazendo uma cruz nas mãos, no peito e na cabeça, e depois fará o mesmo em Camilla.

O desenho central da arte assume a forma de uma árvore, que inclui os nomes das 56 nações da Commonwealth — anteriormente parte do Império Britânico —, com a cifra do rei na base. Ele é inspirado no vitral do santuário da Capela Real do Palácio de St. James, projetado para o jubileu de ouro da falecida rainha. Dois lados apresentam uma cruz simples de ouro marrom, azul e vermelho, inspirada nas cores e nos padrões do pavimento Cosmati da Abadia de Westminster, onde a unção acontecerá.

O autor da obra, o iconógrafo Aidan Hart, afirma que "a inspiração do vitral da Capela Real foi solicitada pessoalmente por sua majestade, o rei". De acordo com ele, "cada elemento do design foi especificamente escolhido para simbolizar aspectos dessa coroação histórica e da comunidade [britânica], desde os pássaros, que simbolizam a alegria e a interação entre os membros de uma comunidade que vive em harmonia, até os anjos alegres e a pomba, que representa o Espírito Santo".

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.