JR na TV Pesquisa revela que 50% dos infectados pelo coronavírus apresentam sequelas longas

Pesquisa revela que 50% dos infectados pelo coronavírus apresentam sequelas longas

Sintomas como cansaço extremo, dificuldade para respirar, perda de olfato ou paladar persistem na chamada covid longa

Uma pesquisa da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) aponta que 50% das pessoas infectadas pelo coronavírus apresentaram sequelas que podem durar mais de um ano, a chamada covid longa. Após a fase aguda da doença, persistem sintomas como cansaço extremo, dificuldade para respirar, perda de olfato ou paladar e dores de cabeça. A Fiocruz destaca também outras consequências da doença, como insônia, ansiedade e tonturas. 80 voluntários que sofrem com sequelas estão sendo monitorados em um projeto inédito no Brasil.

Últimas