Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Acidentes com ônibus aumentam mais de 25% em BH no primeiro semestre de 2023 

Atualmente, cerca de 630 mil passageiros usam diariamente o sistema de transporte público na região metropolitana de BH

Minas Gerais|Priscilla de Paula e Rosildo Mendes, da Record TV Minas


Especialistas acreditam que causa é principalmente falta de manutenção
Especialistas acreditam que causa é principalmente falta de manutenção

O número de acidentes envolvendo ônibus em Belo Horizonte aumentou mais de 25% no primeiro semestre de 2023, em comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com dados da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais). Especialistas apontam que a alta é causada principalmente pela falta de manutenção dos veículos.

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

O problema não afeta somente a capital mineira. Ainda, segundo o levantamento realizado pela Sejusp, a alta no número de ocorrências registradas no estado foi de 13%. Entre janeiro e junho de 2022, foram cerca de 7150 ocorrências. Enquanto neste ano, no mesmo período, foram mais de 8100. Atualmente, cerca de 630 mil passageiros usam diariamente o sistema de transporte público na região metropolitana.

Publicidade

Na semana passadas, dois acidentes envolvendo transporte coletivo foram registrados no mesmo dia, na capital. Um ônibus da linha 301 B atingiu um carro em um cruzamento do bairro Trevo, na região da Pampulha. A motorista, que está grávida, foi socorrida.

Já no bairro Bonsucesso, o veículo da linha 318, que faz o trajeto estação Barreiro - Jardim liberdade (Via Milionários), perdeu freio. O motorista subiu com o veículo na calçada e invadiu um barranco pra reduzir a velocidade. Os passageiros tiveram apenas escoriações leves. 

Especialistas em transporte público alertam que a falta de investimentos em manutenção é um dos fatores que tem provocado mais acidentes. “As empresas não gastaram nada com isso no ano passado. O resultado, a gente ta vendo esse ano: um freio que não tem manutenção e não é acionado, pneu careca, ônibus caindo aos pedaços. É só andar na cidade que você vai ver ônibus sendo rebocado”, disse o especialista André Veloso.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.