Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Câmara de BH dá continuidade em ação para derrubar aumento de tarifa de ônibus

Agora, a Câmara tem cinco dias úteis para elaborar uma comissão especial e produzir um parecer sobre o caso

Minas Gerais|Maria Luiza Reis, Do R7

Tarifa de ônibus de BH é a mais cara do Brasil
Tarifa de ônibus de BH é a mais cara do Brasil Tarifa de ônibus de BH é a mais cara do Brasil

O Projeto de Resolução da Câmara de Vereadores de Belo Horizonte, que visa derrubar o aumento da tarifa de ônibus para R$6,00, foi assinado, nesta segunda-feira (24), por 17 parlamentares. Agora, a Câmara tem cinco dias úteis para elaborar uma comissão especial e produzir um parecer. 

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Na última quarta-feira (19), o presidente da Câmara, Gabriel Azevedo (sem partido), já havia informado que o projeto estava em preparação. Para começar a tramitar, a iniciativa precisava receber o apoio de 14 vereadores. Desde a semana passada, quando o aumento foi anunciado, as assinaturas começaram a ser recolhidas.

Publicidade

Segundo a presidência, os vereadores Bruno Pedralva, César Gordin e Pedro Patrus protocolaram documentos solicitando a retiradas de suas assinaturas do Projeto. 

No entanto, a Presidência aponta que os documentos são nulos, uma vez o Projeto de Resolução ainda não havia sido protocolado.

Publicidade

Até o Projeto de Resolução ganhar um número, qualquer vereador, a partir desse protocolo, pode solicitar a retirada de assinatura. Caso os três parlamentares o façam, e nenhum outro dos 14 que assinaram retirem suas assinaturas, o Projeto de Resolução seguirá tramitando diante do mínimo de assinaturas necessário.

Agora, a Câmara tem cinco dias úteis para formar uma comissão especial formada por cinco vereadores, que deverão produzir um parecer para ser votado em Plenário. A medida precisa de 21 votos para aprovação. Uma vez aprovado o Projeto de Resolução, o preço das passagens volta imediatamente para os valores anteriores.

Publicidade

Veja quem foram os vereadores que assinaram o Projeto: 

1 - Bráulio Lara (Novo)

2 - Bruno Pedralva (PT)

3 - César Gordin (Solidariedade)

4 - Cida Falabella (PSOL)

5 - Ciro Pereira (PTB)

6 - Cleiton Xavier (PMN)

7 - Fernanda Pereira Altoé (Novo)

8 - Gabriel (sem partido)

9 - Henrique Braga (PSDB)

10 - Irlan Melo (Patriota)

11 - Iza Lourença (PSOL)

12 - Jorge Santos (Republicanos)

13 - Loíde Gonçalves (Podemos)

14 - Marcela Tropia (Novo)

15 - Pedro Patrus (PT)

16 - Ramon Bibiano (PSD)

17 - Sérgio Fernando (PL)

Entenda o aumento

O aumento da tarifa de ônibus em Belo Horizonte foi definido após audiência realizada no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), na última quarta-feira (19), entre a Prefeitura de Belo Horizonte e empresas de ônibus.

Sobre o aumento, a Prefeitura alegou em nota, que, desde 2018, a tarifa de ônibus não sofreu aumento “graças aos esforços desta administração, mesmo com toda pressão inflacionária do período”. De acordo com a administração municipal, a tarifa será de R$6,00 até que a Câmara Municipal aprecie o projeto de lei que prevê um novo modelo de remuneração do sistema.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.