Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Corpos de mortos em acidente com ônibus em MG são identificados

Mulher 61 anos e homem de 50 anos não resistiram aos ferimentos; causa da morte das vítimas foi traumatismo craniano

Minas Gerais|Vinícius Araújo, da Record TV Minas


Ao todo, 47 pessoas estavam no veículo
Ao todo, 47 pessoas estavam no veículo

As vítimas que morreram no acidente do ônibus que caiu em ribanceira na madrugada desta quarta-feira (29), na rodovia BR-262, em João Monlevade, a 110 km de Belo Horizonte, foram identificadas.

O operador de guindaste de Contagem, na Grande BH, Francisco de Assis Pereira de Araújo, de 50 anos, e a pensionista de Betim, também na região metropolitana, Maria da Piedade da Silva, de 61 anos, vieram a óbito após a queda do veículo.

Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, foi feito exame de necrópsia nos corpos, que apontou a causa da morte como traumatismo craniano. Ainda de acordo com a PCMG, os corpos foram liberados e aguarda remoção pelos familiares.

O ônibus saiu de Belo Horizonte às 21h15 com destino a Guarapari (ES) e caiu em uma ribanceira de cerca de 30 metros nas proximidades de um riacho que passa pela região. Ao todo 47 pessoas estavam no veículo e 34 ficaram feridas. Três delas permanecem internadas no Hospital Santa Margarida, em João Monlevade.

Publicidade

O motorista do veículo teria dito à polícia que sofreu um mal súbito. No entanto, a filha da mulher que morreu no acidente contou que o condutor confidenciou para outro passageiro, antes da chegada da polícia, que teria dormido ao volante. Segundo ela, o comportamento do homem estava estranho, aparentando estar com sono.

As vítimas do acidente foram encaminhadas para um albergue em João Monlevade, onde algumas delas receberam atendimento médico.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.