Minas Gerais Faxineira é estuprada e mantida em cárcere privado por 12 horas em BH

Faxineira é estuprada e mantida em cárcere privado por 12 horas em BH

Vítima estava a caminho do trabalho quando foi abordada por suspeito no bairro Serrano; vítima sofreu várias lesões pelo corpo

  • Minas Gerais | Vinícius Araújo, da Record TV Minas

Uma faxineira foi assaltada, mantida em cárcere privado por cerca de 12 horas e estuprada em um terreno no bairro Serrano, na região da Pampulha, em Belo Horizonte. A vítima só conseguiu fugir durante a madrugada desta terça-feira (11).

A mulher de 50 anos contou aos policiais militares que estava a caminho do trabalho, na segunda-feira (10) quando foi abordada pelo suspeito, armado com uma faca. Ela relatou foi levada para um lote vago, onde permaneceu por 12 horas sendo ameaçada pelo homem, que fez uso de drogas durante todo o período.

Em determinado momento, a vítima tentou fugir, mas teria sido perseguida pelo homem, que desferiu cinco facadas contra ela.

Mulher foi feita refém em lote vago de BH

Mulher foi feita refém em lote vago de BH

Reprodução / Record TV Minas

A Polícia Militar foi acionada por um morador do bairro que encontrou a vítima pedindo socorro em uma esquina, com ferimentos pelo corpo. A faxineira foi levada para o Hospital Odilon Behrens, onde foram constatadas lesões nos braços, no tronco e no pé.

De acordo com os agentes, as características apontam que o suspeito seja um morador em situação de rua. A Polícia Civil esteve no local e coletou material genético encontrado no terreno. A Polícia Militar faz buscas pela região, mas ainda não encontrou o suspeito.

Últimas