Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Família cobra justiça em caso de idoso que morreu ao ser 'atropelado' por cavalo em MG

Polícia Civil instaurou inquérito para apurar o óbito ocorrido em São José da Lapa, na região metropolitana de Belo Horizonte

Minas Gerais|Kiuane Rodrigues, da Record TV Minas


Vítima de 85 anos não resistiu aos ferimentos
Vítima de 85 anos não resistiu aos ferimentos

Um idoso de 85 anos morreu 'atropelado' por um cavalo em São José da Lapa, na região metropolitana de Belo Horizonte. O caso aconteceu no dia 28 de agosto. Pouco mais de um mês depois, a família cobra justiça.

· Compartilhe esta notícia no WhatsApp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Familiares contaram à reportagem que Francisco Caetano dos Santos estava a poucos metros de casa, quando foi atingido pelo animal. Testemunhas relataram que o idoso foi jogado no chão e, depois, pisoteado pelo cavalo.

Publicidade

O boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar indica que, após o atropelamento, a vítima foi socorrida pelo próprio tutor do animal. O homem acionou uma ambulância e uma vizinha enfermeira, que prestou os primeiros socorros até a chegada dos médicos. O idoso foi levado para o hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Simoni Caetano Miranda, filha da vítima, conta que o pai era saudável, morava sozinho e costumava andar cinco quilômetros por dia. "O problema foi a forma como aconteceu e a falta de informação", relata a filha inconformada.

Publicidade

João Pedro Martins, tutor do cavalo, relata que o animal é muito dócil e teria se assustado quando a sela se soltou. "O cavalo estava andando sozinho, foi o instinto do animal, infelizmente na hora que o senhor estava passando na rua", disse. O vendedor acredita em uma fatalidade e ressalta que prestou socorro e tentou conversar com a família do idoso.

A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar a morte do idoso. A corporação informou ainda que as oitivas já foram realizadas e o caso é investigado como possível homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.