Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Menina internada em BH com suspeita de raiva vai para UTI

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), indígena de 12 anos precisou ser transferida após ter piora no quadro clínico

Minas Gerais|Bruno Menezes, da Record TV Minas


Doença pode ter sido transmitida por morcego
Doença pode ter sido transmitida por morcego

A menina indígena de 12 anos que está internada no Hospital João Paulo II, em Belo Horizonte, com suspeita de ter contraído a raiva humana, apresentou nesta quarta-feira (13), uma piora no quadro clínico.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), devido ao estado delicado, a garota precisou ser transferida para a UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) da unidade hospitalar.

A menina pertence à aldeia Maxakali, localizada no município de Bertópolis, a 642 km de Belo Horizonte, e foi transferida para a capital para receber cuidados médicos. No dia 4 de abril, um menino da mesma idade e da mesma aldeia morreu pela doença. A SES-MG confirmou a causa da morte dele na última segunda-feira (11), após a realização de exames no corpo da vítima. Segundo as famílias, os dois foram piados por morcego, o transmissor da doença.

A última morte no Estado pela doença ocorreu em junho de 2012, no município de Rio Casca, na região da Zona da Mata. Tratava-se de um produtor rural que também havia sido picado por um morcego.

Publicidade

Medidas

Por meio de nota, a SES-MG afirmou que após as suspeitas dos casos na zona rural de Bertópolis, passou a adotar algumas medidas. Veja quais: 

Publicidade

- Notificação e Investigação dos dois casos suspeitos, bem como comunicação imediata ao Ministério da Saúde;

- Investigação epidemiológica imediata dos dois casos. A investigação é realizada na localidade de ocorrência da exposição dos casos suspeitos, com busca ativa de pessoas que possam ter tido a mesma situação de risco dos casos suspeitos; e em seguida com o encaminhamento para atendimento médico profilático na localidade;

Publicidade

- Organização de reuniões periódicas para alinhamento e planejamento das ações de investigação dos casos e medidas de prevenção e controle da raiva, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde de Bertópolis, já ocorridas, nos dias 06, 07 e 08 de abril de 2022.;

- Organização e realização de reuniões com a equipe médica local, da SES-MG e do Ministério da Saúde para alinhamento das condutas dos atendimentos antirrábicos na localidade (08 de abril de 2022);

- Disponibilização de imunobiológicos para o tratamento profilático antirrábico humano (pós-exposição e pré-exposição, conforme o caso (vacina antirrábica e soro antirrábico);

- Organização e monitoramento de vacinação dos contactantes do primeiro caso para início imediato no dia 09 de abril;

- Organização e monitoramento de vacinação de pré-exposição para todos os moradores da localidade rural, totalizando em torno de 1.100 moradores, para início no dia 09 de abril de 2022;

- Disponibilização de 100 doses de vacina antirrábica animal para vacinação antirrábica de cães e gatos da localidade; conforme a população animal estimada para a área. A vacinação está sendo realizada na localidade, com objetivo de imunizar cães e gatos e com isso, implementar ações de prevenção e controle da doença. Está sendo realizada pelos agentes de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde de Bertópolis com início em 06 de abril de 2022.

- Monitoramento das ações de campo desenvolvidas pelo Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) para ações de prevenção e controle da raiva na localidade. Este está na região, e realiza investigação epidemiológica, para verificar espoliações de morcegos em animais de produção, presença ou relato de mortes de animais com sinais clínicos neurológicos, bem como informações sobre a realização de vacinação antirrábica nesses. Foram realizados ainda contatos com produtores rurais, informando sobre as formas de prevenção da raiva dos herbívoros.

- Realização de ações de educação em saúde na região com objetivo de alertar as pessoas sobre a doença, e suas formas de transmissão, bem como as medidas de prevenção e controle da raiva.

- Organização e realização de Webinar para profissionais de saúde do estado de Minas Gerais sobre atualização do atendimento antirrábico humano agendado para dia 19 de abril de 2022.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.