Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Presos suspeitos de matar motorista de App na Grande BH

Dupla estava com um soco inglês quando foi encontrada pela PM, na tarde deste domingo (20), na região Nordeste da Capital

Minas Gerais|Ricardo Vasconcelos, da Record TV Minas


Breno Igor da Silva Soares foi vítima de latrocínio
Breno Igor da Silva Soares foi vítima de latrocínio

Quase três dias após um motorista de aplicativo ser vítima de latrocínio (roubo seguido de morte), em Esmeraldas, na região metropolitana de Belo Horizonte, a Polícia Militar prendeu, na tarde deste domingo (20), dois homens suspeitos do crime.

A PM encontrou a dupla no bairro São Gabriel, na região Nordeste da Capital. No momento da prisão, eles estavam com uma arma que pode ter sido usada no crime, um soco inglês, que deve ser encaminhado à perícia da Polícia Civil.

Crime

De acordo com a Polícia Militar, na noite da última quinta-feira (17), Breno Igor da Silva Soares, de 24 anos, foi chamado para uma viagem por meio do aplicativo, em Contagem, com destino à Ribeirão das Neves, ambas cidades na região metropolitana. A família acompanhava a corrida quando o sinal desapareceu. A PM, então, foi acionada. O corpo acabou encontrado às margens da BR-040, no bairro Vale das Esmeraldas.

Publicidade

Ainda segundo a PM, o carro do motorista foi encontrado na madrugada de sexta-feira (18), no bairro Eymard, na região Leste da capital. Uma câmera de segurança registrou o flagrante em que duas pessoas saem do carro, antes de abandonar o veículo.

Familiares disseram que Bruno estava noivo e iria se casar em breve, inclusive, comprou um apartamento em Esmeraldas. Ele foi enterrado em um cemitério de Contagem, no último sábado (19).

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.