Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Professor é ameaçado com faca durante briga de trânsito em BH

Agressor tem outras ocorrências de trânsito, como condutor e autor, e fugiu do local depois de bater no carro da vítima

Minas Gerais|Camila Cambraia, da Record TV Minas


Vítima estava indo para o trabalho quando aconteceu a briga
Vítima estava indo para o trabalho quando aconteceu a briga

Um professor de Jiu-Jitsu, de 55 anos, foi ameaçado com uma faca por um outro homem durante uma briga de trânsito no cruzamento entre as avenidas Rio Grande do Norte e Getúlio Vargas, na Savassi, região centro-sul de Belo Horizonte. 

Um vídeo feito pela vítima mostra o momento em que o homem tenta dar um golpe nele com uma faca. Outras imagens mostram o agressor engatando a marcha a ré, batendo no carro da vítima e indo embora logo em seguida. 

O professor de jiu-jitsu ia para o trabalho quando aconteceu a confusão. Segundo ele, a briga aconteceu porque ele não permitiu a entrada do outro veículo quando houve estreitamento da pista. O condutor do outro carro, então, ficou revoltado com a situação e começou a discussão. "Esse carro, pela minha direita, tentou me ultrapassar e me fechar, só que eu estava muito próximo do veículo da frente e, dessa forma, ele não conseguiu. O trânsito fluiu na própria rua Rio Grande do Norte e esse carro ficou muito próximo da minha traseira", conta. 

A vítima relata que, após o início da discussão, desceu do carro e tentou anotar a placa do carro, quando foi xingado pelo agressor. "Eu desci do carro, tomei a atitude de documentar a placa do veículo e ele me xingou, me desqualificou e de maneira sorrateira começou a se mexer dentro do carro", diz.

Publicidade

Ele conta, ainda, que ficou surpreso com a faca e que buscava a segurança. "Recuei, me afastando ainda mais do carro, e questionei se ele iria realmente me agredir com uma faca. A partir daí, ele tentou... fez uma menção que iria sair do carro e eu me afastei ainda mais buscando uma segurança. Ele não saiu do carro, colocou marcha à ré e começou a evadir do local", relata.

Conforme a vítima, o para-choque do carro e os dois faróis dianteiros foram quebrados e houve outros prejuízos que ele não conseguiu fazer o orçamento.

Segundo a Polícia Militar, o motorista agressor já esteve envolvido em outras quatro ocorrências de trânsito, como condutor e autor. A vítima registrou um Boletim de Ocorrência e pretende acionar a Justiça contra ele. 

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.