Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Samarco propõem continuação do afastamento de funcionários

Sindicatos da categoria fazem parte da negociação

Minas Gerais|Do R7 com RecordTV Minas


Rejeitos da barragem atingiram o Rio Doce
Rejeitos da barragem atingiram o Rio Doce

A mineradora Samarco e os sindicatos que representam os funcionários da empresa fecharam um acordo, nessa quinta-feira (18), que propõe o prologamento da suspensão temporária dos contratos de trabalho de cerca de 800 funcionários que estão afastados por causa do rompimento da barragem Fundão, de Mariana, em 2015. Para que seja validado, o acordo precisa ser aprovado pelas assembleias de trabalhadores. A tragédia deixou 19 mortos e comunidades destruídas.

Com o pedido, a previsão é que os trabalhadores continuem suspensos entre o dia primeiro de novembro até 31 de março de 2018. A empresa informou que os empregados que continuarem com o contrato suspenso terão os direitos atuais garantidos, recebendo o valor correspondente à renda líquida mensal. A empresa está com as atividades paralisadas há quase dois anos, desde o rompimento da barragem. Para voltar a operar, a Samarco precisa obter duas licenças ambientais. Os processos estão em andamento e não há data prevista para a retomada das operações.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.