Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Vale pede mais prazo para dar fim a barragens como a de Brumadinho

Mineradora calcula que vai conseguir concluir o trabalho só em 2035, enquanto a data limite acaba nesta sexta-feira (25)

Minas Gerais|Pablo Nascimento, do R7


Último desmonte aconteceu em dezembro de 2021
Último desmonte aconteceu em dezembro de 2021

A mineradora Vale acionou os Governos de Minas e Federal para adiar o prazo para a eliminação de suas barragens construídas com a mesma tecnologia da rompida em Brumadinho. De acordo com a legislação, a empresa teria até a próxima sexta-feira (25) para concluir o trabalho.

Segundo a empresa, os pedidos começaram a ser enviados para a Feam (Fundação Estadual de Meio Ambiente de Minas Gerais) e para a ANM (Agência Nacional de Mineração) nesta segunda-feira.

A companhia tem 23 estruturas construídas pelo método a montante. Todas estão em Minas Gerais. Outros sete reservatórios do mesmo modelo (quatro em Minas e três no Pará) já foram desmontados desde 2019, quando a barragem de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, se rompeu matando 270 pessoas.

Ainda de acordo com a mineradora, o pedido foi feito "em razão da inviabilidade técnica para o cumprimento dos prazos devido principalmente às ações necessárias para aumentar a segurança diante da complexidade das obras, que representam aumento de riscos para as estruturas".

Publicidade

A empresa calcula que só será possível concluir os trabalhos em 2035. A Vale espera chegar em 2029 com 90% das barragens eliminadas. A expectativa é que até o fim de 2022 o índice esteja em 40%, ou seja, 12 reservatórios desmontados.

"Importante esclarecer que cada estrutura tem características próprias, com soluções de engenharia únicas e inéditas no setor, sendo que todas as ações têm como premissa a segurança e são acompanhadas pelos órgãos reguladores e pelas auditorias técnicas que assessoram o Ministério Público", detalhou a companhia. "As estruturas com maior prazo são aquelas de maior risco, mais complexas e que envolvem um volume de rejeitos maior", concluiu.

A última estrutura da Vale a passar pelo processo conhecido como descaracterização foi o Dique 5, da barragem do Pontal, em Itabira, a 111 km de Belo Horizonte. O trabalho foi concluído em dezembro de 2021.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.