Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Autos Carros
Publicidade

Com novo motor turbo, Renault Oroch quer brigar com a Strada: entenda

Testamos por uma semana a versão topo de linha Outsider que é vendida por R$ 142,9 mil

Autos Carros|Do R7 e Marcos Camargo Jr.


Visualmente a segunda geração da Renault Oroch não mudou muito, mas ganhou detalhes que a deixaram mais moderna
Visualmente a segunda geração da Renault Oroch não mudou muito, mas ganhou detalhes que a deixaram mais moderna

Lançada em abril deste ano, a Renault Oroch ganhou mudanças visuais e de motorização sete anos após a estreia da pick-up. Com as alterações o modelo tenta buscar outra rivalidade para crescer nas vendas. Para isso, foi equipada com um motor de 1.3 litro turbo de até 170 cv e novos equipamentos para atrair o consumidor da Fiat Strada pela proximidade de preço. Portanto, para entender um pouco melhor sobre essa nova disputa, o R7 Autos Carros testou a versão topo de linha Outsider, que é vendida por R$ 142.900.

NOVA OROCH Outsider 2023 concorre com a Fiat Strada? Ou concorre com a Fiat Toro? Veja o vídeo!

Mesmo com monobloco como a Fiat Toro, para os executivos da Renault, a Oroch briga diretamente com a Strada, uma vez que a estratégia é tentar fugir da Toro, que é mais bem equipada, tem um melhor nível de acabamento e motorização mais potente. E há razão nisso. A Toro mais completa, sem motor turbodiesel, é vendida na configuração Volcano com propulsor turboflex de 1.3 litro de até 185 cv por R$ 171.089. Já a Strada, que é um dos veículos mais comercializados no país, na opção topo de linha Ranch cabine dupla com motor aspirado de 1.3 litro Firefly de até 107 cv com transmissão automática CVT sai por R$ 130.127 chegando a custar ainda mais em alguns estados.

Renault Oroch tem 4.719 mm de comprimento e 2.829 mm de entre-eixos
Renault Oroch tem 4.719 mm de comprimento e 2.829 mm de entre-eixos

Desta forma, a pick-up da Renault é apenas R$ 12 mil mais cara do que a da Fiat, e mesmo assim, parece ter atraído novos clientes, já que em julho deste ano a Oroch teve 1.368 unidades emplacadas e 5.202 unidades vendidas entre janeiro e o mês passado. Isso mostra que as mudanças na pick-up da Renault surtiram reação neste mercado disputado. Os dados são da Fenabrave e os preços têm como base o estado de São Paulo.

Publicidade
Modelo pode levar tranquilamente 683 litros na caçamba e 650kg, similar à Strada
Modelo pode levar tranquilamente 683 litros na caçamba e 650kg, similar à Strada

Virtudes e defeitos

Se você quer comprar uma Renault Oroch precisa saber primeiro os defeitos. O acabamento interno, embora tenha melhorado em relação à versão anterior, ainda deixa a desejar com muito plástico duro, que ao longo do tempo irá fazer barulho. Também falta um painel de instrumentos 100% digital em uma versão mais cara. Já a central multimídia tem 8 polegadas do tipo flutuante com conexão sem fio com Android Auto e Apple CarPlay, mas tem um sistema lento perto da Uconnect da Fiat. Ainda há engasgos ao manusear os aplicativos, além da resolução da tela não ser muito boa.

Publicidade
Motor 1.3 litro turbo TCe entrega 162 cv com gasolina e 170 cv com etanol
Motor 1.3 litro turbo TCe entrega 162 cv com gasolina e 170 cv com etanol

O carregador por indução é uma inovação. Contudo, ele não carrega o smartphone rapidamente. Também só há um ponto de USB no painel, a chave ainda tem estilo canivete, a tampa da caçamba é mais pesada do que a rival e o espaço interno para os passageiros dos bancos traseiros deixa um pouco a desejar.

Acabamento interno, embora tenha melhorado em relação à versão anterior, ainda deixa a desejar
Acabamento interno, embora tenha melhorado em relação à versão anterior, ainda deixa a desejar

A versão Outsider ainda conta com computador de bordo, ar-condicionado digital, freios ABS e airbags duplos, que são obrigatórios, controle de tração, controle de estabilidade, sistema anticapotamento, assistente de partida em rampas, sensor crepuscular, sensor de chuva, santantônio tubular, câmera de ré, bancos com revestimento premium, rodas de 16 polegadas com acabamento diamantado, entre outros equipamentos.

Publicidade
Central multimídia tem engasgos ao manusear os aplicativos, além da resolução da tela não ser muito boa
Central multimídia tem engasgos ao manusear os aplicativos, além da resolução da tela não ser muito boa

A maior virtude da Renault Oroch é sem dúvida a motorização de 1.3 litro turbo TCe, que entrega 162 cv com gasolina e 170 cv com etanol. Sempre a 5.500 rpm. O torque é de 27,5 kgfm a 1.600 rpm para os dois combustíveis. Inclusive, esse propulsor também equipa o Duster e o Captur. A transmissão é automática do tipo CVT, que simula oito marchas. Esse propulsor confere uma boa arrancada e uma retomada consistente, o que é fundamental para quem carrega muito peso. No caso da pick-up da Renault, é possível levar tranquilamente 683 litros na caçamba e 650kg, similar à Strada.

Bancos têm um bom acabamento e abraçam o motorista e passageiro
Bancos têm um bom acabamento e abraçam o motorista e passageiro

Outro ponto importante é o consumo. Em um teste recente com a Renault Oroch, o R7 Autos Carros chegou a fazer 15,6 km/l em um trecho urbano e rodoviário. Nesta nova avaliação, com gasolina fizemos uma média de 10,5 km/l em um trecho combinado. Já com etanol foi de 9,4 km/l.

Espaço interno para os passageiros dos bancos traseiros deixa um pouco a desejar
Espaço interno para os passageiros dos bancos traseiros deixa um pouco a desejar

Visual e dimensões

Visualmente a segunda geração da Renault Oroch não mudou muito, mas ganhou detalhes que a deixaram mais moderna. A pick-up ganhou lanternas traseiras translúcidas, rack de teto, santantônio, maçanetas na cor diferente da carroceria, mas faltou faróis de LED. O modelo também passa a contar com novos nichos para os faróis de neblina. 

Com gasolina fizemos uma média de 10,5 km/l em um trecho combinado
Com gasolina fizemos uma média de 10,5 km/l em um trecho combinado

Em relação às dimensões, a Renault Oroch tem 4.719 mm de comprimento, 2.829 mm de entre-eixos, 1.834 mm de largura e 1.634 mm de altura. O ângulo de entrada é de 27,5 graus, o ângulo de saída é de 22,4 graus e o vão livre do solo é de 212 mm. A capacidade do tanque de combustível é de 45 litros, o que confere uma autonomia de até 495 km.

Faltou faróis de LED na Oroch
Faltou faróis de LED na Oroch

Outras versões e veredito

A Renault ainda vende a Oroch em mais duas versões. A configuração de entrada Pro sai por R$ 111.300 e a Intense custa R$ 117.100. Ambas são equipadas com motor de 1.6 SCe de até 120 cv com torque de 16,2 kgfm. A transmissão é manual de seis velocidades.

Ângulo de entrada é de 27,5 graus e o ângulo de saída é de 22,4 graus
Ângulo de entrada é de 27,5 graus e o ângulo de saída é de 22,4 graus

Portanto, é pelos níveis de equipamento e pelo preço, que a Renault Oroch vai tentar atrair os clientes da Fiat Strada. E quem sabe, roubar alguns da Fiat Toro, que é bem mais cara que o modelo da Renault agora mais atrativo para ganhar mais espaço nas vendas.

*Com a colaboração Felipe Salomão

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.