Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Autos Carros
Publicidade

Radiador do carro: saiba como evitar sérios problemas a longo prazo

Negligenciar a manutenção pode levar a defeitos na bomba, válvulas e até a perda do motor por superaquecimento

Autos Carros|Marcos Camargo JrOpens in new window


Radiador do carro: como evitar sérios problemas a longo prazo

Um item importantíssimo para o bom funcionamento do motor do veículo é o radiador. Ele acumula um fluido que tem a função de refrigerar e equilibrar a temperatura de trabalho do propulsor do carro. Engana-se quem pensa que ele deve ficar ali, fechado e nunca verificado, apenas se der sinais de que está próximo de “ferver”.

O radiador merece uma inspeção visual semanal. Sempre com o motor frio e, obviamente, com o reservatório fechado, é preciso observar, com auxílio de uma luz que pode ser do celular, o nível do fluido. Ele deve estar entre o mínimo e o máximo. Porém, há um erro comum, e não estamos falando da falta de inspeção do radiador, mas sim da prática de utilizar água para “completar” o nível no sistema.

Radiador do carro: como evitar sérios problemas a longo prazo

O maior erro que se comete ao completar com água da torneira é que esta contém sais minerais que são altamente prejudiciais para o radiador do carro. A água potável que bebemos contém, além de sais minerais, cloro e flúor, que corroem o sistema metálico, as tramas metálicas das mangueiras e o próprio radiador.

Portanto, caso o motorista note que o nível do fluido de arrefecimento ou do radiador está baixo, pode até completar com água uma vez para evitar que o motor superaqueça. Porém, na primeira oportunidade, deverá levar o carro ao seu mecânico de confiança para fazer uma limpeza completa no sistema.

Publicidade
Radiador do carro: como evitar sérios problemas a longo prazo

Carros que usam água de torneira ou rodam sem o nível de fluido correto estão sujeitos a falha na válvula termostática, bomba d’água e outros defeitos que podem até levar à perda do motor por superaquecimento.

Para cuidar melhor do radiador veja estas dicas preventivas e cuide do carro para evitar superaquecimento:

* Faça manutenção e a troca do líquido do radiador a cada 30.000 a 50.000 quilômetros rodados no máximo. Jamais use água para completar o sistema. Se há vazamento, é sinal de problema em algum item que não está funcionando corretamente;

Publicidade
Radiador do carro: como evitar sérios problemas a longo prazo

* Se for preciso completar, jamais faça isso com o motor quente. O ideal é misturar metade com líquido de arrefecimento e a outra metade com água desmineralizada vendida em lojas de autopeças. Siga as instruções, complete o líquido e fique atento se o nível irá cair, o que é sinal de problemas;

* Quando for trocar o fluido, faça também a limpeza do sistema. Mecânicos fazem esse trabalho de forma rápida, evitando que o fluido alcance ebulição (ferva);

Radiador do carro: como evitar sérios problemas a longo prazo

* A temperatura ideal do motor é de 90 graus. Se o carro tem marcador de temperatura, a marca deve estar no meio;

* Verifique o nível do fluido uma vez por semana e fique atento também ao nível de óleo e luzes de alerta no painel.


Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.