Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Luiz Fara Monteiro
Publicidade

Forças Aéreas do Brasil e da Colômbia promovem Reunião de Conversações

Militares dos 2 países discutiram temas como perspectivas de cooperação bilateral em ações de treinamento, compartilhamento de informações estratégicas e operacionais, e projetos em tecnologia aeronáutica

Luiz Fara Monteiro|Do R7

Reunião de Conversações entre os Estados-Maiores da Força Aérea Brasileira e da Força Aérea da Colômbia
Reunião de Conversações entre os Estados-Maiores da Força Aérea Brasileira e da Força Aérea da Colômbia Reunião de Conversações entre os Estados-Maiores da Força Aérea Brasileira e da Força Aérea da Colômbia

O Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER) recebeu, em Brasília (DF), entre os dias 08 e 10/05, uma comitiva Colombiana para a II Reunião de Conversações entre os Estados-Maiores das Forças Aéreas Brasileira e Colombiana (II REMFA Brasil-Colômbia).

Os militares estrangeiros foram recepcionados pelo Chefe do EMAER, Tenente-Brigadeiro do Ar João Tadeu Fiorentini, que estava acompanhado do Chefe da 2ª Subchefia do EMAER, Brigadeiro do Ar Paulo Roberto de Carvalho Júnior.

Junto ao Major-General Carlos Fernandes Silva Rueda, Chefe do Estado-Maior da Força Aérea Colombiana, estava presente o Adido Aeronáutico da Colômbia no Brasil, Coronel Fabio Ospina Barón.

A II REMFA é uma oportunidade para fortalecer os laços entre as Forças Aéreas dos países vizinhos e aprimorar a colaboração mútua, com o objetivo de garantir a segurança e a defesa das nações em questão.

Publicidade

A agenda do primeiro dia destinou-se à reunião na Sala Estratégica do EMAER, onde ocorreu a abertura oficial da II REMFA e os representantes dos dois Estados-Maiores discursaram. Na sequência, foram abordados diversos assuntos entre os membros técnicos das duas comitivas, como: as perspectivas de cooperação bilateral em ações de treinamento, compartilhamento de informações estratégicas e operacionais, e projetos conjuntos de pesquisa e desenvolvimento em tecnologia aeronáutica. Também ocorreu uma apresentação sobre o projeto da aeronave Gripen ministrada pelo Chefe da 7ª Subchefia, Brigadeiro do Ar Leonardo Chaves Rodrigues.

Termo de Compromisso

Publicidade

A II Reunião de Conversações entre os Estados-Maiores da Força Aérea Brasileira e da Força Aérea da Colômbia foi finalizada no dia 10/05 e foi marcada pela assinatura do termo de compromisso entre dois representantes das instituições.

O acordo foi feito para realizar uma série de atividades nos anos de 2024 e 2025, como ações de interação dos Estados-Maiores com foco na vigilância e presença das Forças Aéreas nas zonas fronteiriças da Região Amazônica, com o propósito de combater os ilícitos transfronteiriços. Também estão previstas visitas técnicas, cursos, seminários, intercâmbios e exercícios com a participação diversas Organizações Militares das duas Forças.

Publicidade

Visita ao COMAE e CINDACTA I

A comitiva colombiana ainda fez uma visita ao Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE). No local, foram recebidos pelo Chefe do Estado-Maior Conjunto do COMAE, Major-Brigadeiro do Ar Vincent Dang, juntamente com o Chefe do Centro Conjunto Operacional de Inteligência (CCOI), General de Brigada Carlos José Rocha Lima; o Chefe do Centro Conjunto de Operações Aeroespaciais (CCOA), Brigadeiro do Ar Francisco Bento Antunes Neto; e o Chefe do Centro de Planejamento, Orçamento e Gestão Institucionais (CPOGI), Contra-Almirante Alexandre Veras Vasconcelos. O objetivo foi fortalecer os laços e promover a cooperação bilateral entre as Forças Aéreas dos dois países, especialmente no campo da defesa aeroespacial. Além disso, a comitiva também teve a oportunidade de visitar as instalações do Centro de Operações Espaciais (COPE).

A comitiva estrangeira ainda visitou as instalações do Primeiro Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA I). Lá foram recebidos pelo Coronel Aviador Dan Marshal Freitas, comandante da OM, que mostrou o Centro de Controle de Área (ACC) e a integração com o Centro de Operações Militares (COPM).

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.