Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Luiz Fara Monteiro
Publicidade

O que saber sobre segurança cibernética antes de viajar

Amit Kumar Sharma, Head da VFS Global para as Américas, compartilha sete dicas sobre segurança cibernética que devem ser seguidas antes de uma viagem de férias

Luiz Fara Monteiro|Luiz Fara MonteiroOpens in new window


Férias de julho: 7 dicas sobre segurança cibernética que devem ser seguidas antes de uma viagem Lucas Batista

Viajar é uma das atividades mais empolgantes e enriquecedoras que podemos experimentar. No entanto, em meio à organização de itinerários e reservas, um aspecto crucial é frequentemente negligenciado: a segurança cibernética.

“Com a crescente dependência da tecnologia digital em nossa vida diária, é essencial estarmos cientes das ameaças cibernéticas, e tomar medidas proativas para nos resguardarmos”, diz Amit Kumar Sharma, Head para as Américas da VFS Global. À frente das operações da VFS na região, onde gerencia serviços de vistos e passaportes para 27 governos que são clientes, o executivo compartilha algumas dicas valiosas para ajudar a minimizar esses riscos e garantir uma viagem tranquila e segura.

1 - Atualize seus sistemas operacionais

Antes de viajar, certifique-se de que os sistemas operacionais de todos os seus dispositivos estejam atualizados. Isso inclui os aplicativos do seu telefone. Considere também desativar ou até mesmo excluir aplicativos não urgentes que contenham informações pessoais e financeiras. Manter seus dispositivos atualizados é uma das maneiras mais eficazes de se proteger contra vulnerabilidades conhecidas que podem ser exploradas por hackers.

Publicidade

2 - Cuidado com as redes Wi-Fi públicas

Embora o acesso Wi-Fi gratuito possa ser atraente em aeroportos ou estações de trem, ele traz riscos de segurança significativos. As redes públicas são alvos fáceis para ataques “Man-in-the-Middle” (MITM) e conexões “Evil Twin”, em que os hackers criam redes falsas para roubar dados do usuário. Evite cibercafés e pontos de acesso Wi-Fi gratuitos, a menos que eles exijam uma senha. Sempre que possível, use uma VPN para criar uma conexão segura ou crie um ponto de acesso criptografado a partir do seu telefone celular.

Publicidade

3 - Evite portas de carregamento USB públicas

As portas USB acessíveis ao público podem representar um risco significativo para seus dispositivos e dados, em uma prática conhecida como “juice-jacking”. Os criminosos podem carregar malware em seu telefone por meio dessas portas, o que pode bloquear seus dispositivos ou exportar dados confidenciais. Leve um carregador de rede elétrica ou um banco de energia pessoal para evitar o uso dessas portas USB públicas.

Publicidade

4 - Desative a conexão automática e os recursos Bluetooth

Muitos dispositivos têm configurações que permitem conexões automáticas com redes Wi-Fi, o que pode ser perigoso em viagens ao exterior. Antes de viajar, ajuste essas configurações para que seu dispositivo peça permissão antes de se conectar a qualquer rede. O mesmo vale para a conectividade Bluetooth, que deve ser mantida desativada, a menos que seja absolutamente necessário. Isso não apenas aumenta a segurança, mas também prolonga a vida útil da bateria de seu dispositivo.

5 - Diminua o compartilhamento de local

Embora seja tentador atualizar suas redes sociais com cada passo de sua viagem, isso pode criar riscos de segurança ao sinalizar sua localização. Os criminosos podem usar essas informações para determinar que você não está em seu hotel ou em sua casa, deixando seus pertences vulneráveis. Limite o compartilhamento de informações sobre seu paradeiro e ajuste as configurações de privacidade de suas contas de mídia social para garantir que somente amigos próximos tenham acesso a essas atualizações.

6 - Bloqueie seus dispositivos

Certifique-se de que seus smartphones, laptops e tablets estejam protegidos com um PIN ou ID de impressão digital. Considere a possibilidade de alterar seus números PIN antes de viajar e repita o processo quando voltar para casa. Isso adiciona uma camada extra de proteção contra possíveis violações.

7 - Notifique seu banco sobre suas viagens

Informe seu banco sobre sua viagem para evitar possíveis fraudes e garantir que você tenha acesso irrestrito ao seu dinheiro. A maioria dos aplicativos bancários permite que você os notifique sobre viagens por meio de recursos de bate-papo ou mensagens criptografadas, tornando o processo simples e rápido.

Sobre a VFS Global

Como líder mundial em terceirização e especialista em serviços de tecnologia, a VFS Global adota a inovação tecnológica, incluindo a IA generativa, para apoiar governos e missões diplomáticas em todo o mundo. A empresa gerencia tarefas administrativas e sem julgamento relacionadas a solicitações de visto, passaporte e serviços consulares para os governos de seus clientes, aumentando a produtividade e permitindo que eles se concentrem inteiramente na tarefa crítica de avaliação.

Com uma abordagem responsável para o desenvolvimento, a adoção e a integração de tecnologias, a empresa prioriza práticas éticas e sustentabilidade, ao mesmo tempo em que atua como parceira de confiança dos governos de seus clientes. Operando mais de 3.400 Centros de Aplicação em 151 países, a VFS Global processou com eficiência mais de 290 milhões de aplicações desde 2001.

Com sede em Zurique e Dubai e apoiada pelo acionista majoritário Blackstone, juntamente com a Kuoni e a Hugentobler Foundation e a EQT, sediadas na Suíça, a VFS Global tem o compromisso de criar valor para todas as partes interessadas e liderar soluções responsáveis e inovadoras, tornando os serviços governamentais mais eficazes e eficientes.



Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.