Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Refletindo Sobre a Notícia
Publicidade

Adolescência em risco? Estudo alerta sobre perigo de relações tóxicas

Especialista afirma que é preciso "quebrar o ciclo" da violência no namoro entre adolescentes

Refletindo Sobre a Notícia por Ana Carolina Cury|Do R7 e Ana Carolina Cury


Um estudo publicado segunda-feira (2) na revista Pediatrics Adolescentes, alerta que jovens envolvidos em relacionamentos tóxicos e controladores enfrentam o risco de sofrer uma série de problemas na idade adulta, incluindo uso de drogas e até desordens relacionadas a saúde mental.

Os dados apontam que os adolescentes que têm relações amorosas problemáticas durante a adolescência são mais propensos a repetir esses padrões no futuro. "Se um adolescente passa de um relacionamento para outro, é mais provável que se encontre na mesma situação no futuro. Temos que tentar quebrar esse ciclo", constatou o autor do estudo, Antonio Piolanti, pesquisador de pós-doutorado no Instituto de Psicologia da Universidade de Klagenfurt, na Áustria. 

Dados mostram como relacionamento abusivo na adolescência afeta a vida adulta
Dados mostram como relacionamento abusivo na adolescência afeta a vida adulta

Piolanti e seus colegas revisaram 38 pesquisas realizadas entre 2004 e 2022. Todas elas abordavam os efeitos da violência no namoro entre adolescentes, incluindo abuso sexual, físico e psicológico. Segundo os autores, essa experiência, nessa fase da vida, "também foi significativamente associada ao aumento de sintomas de depressão e de comportamentos de risco, como a prática da relação sexual sob a influência de álcool".

Consequências

Publicidade

A manipulação psicológica pode ser sutil, talvez indetectável pelo cérebro adolescente em desenvolvimento. "Isso pode ser muito difícil para eles entenderem, já que estão apenas tentando se sentir bem com o relacionamento", relata a Dra. Anisha Abraham, chefe da Divisão do Children's National Hospital em Washington, DC.

No caso das meninas, um relatório americano do Centro de Controle e Prevenção de Doenças destacou que, em 2021, quase 20% das adolescentes entrevistadas disseram ter sido vítimas de comportamento sexual violento. Mais de 1 em cada 10 revelaram terem sido estupradas.

Publicidade

Prevenção

A juventude é uma fase marcada por conflitos, curiosidades e descobertas. Mas, elas não precisam trazer feridas. Por isso, deve ser função dos pais e responsáveis orientar os jovens para os desafios que virão na vida adulta, sobretudo no campo amoroso.

Publicidade
O jovem que não aprende a se posicionar pode ficar refém de relações tóxicas
O jovem que não aprende a se posicionar pode ficar refém de relações tóxicas

Ao mesmo tempo, os mais novos precisam saber seus limites e aprender a desenvolver amor-próprio, para não depender da aceitação externa ou buscar migalhas de atenção nos relacionamentos. 

"A adolescência é um momento fundamentalmente importante em que as trajetórias são definidas em termos de, para onde os jovens estão indo e como eles vão viver o resto da vida adulta", alerta o Dr. Richard Chung, especialista em medicina do adolescente da Duke Health em Durham, Carolina do Norte.

Felizes os jovens que entendem e buscam aprender como fazer isso.

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.