Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Refletindo Sobre a Notícia
Publicidade

Revelação de Whindersson sobre drogas expõe realidade de muitos famosos

Humorista disse que vivenciou crises que o fizeram pensar em internação. Problema comum entre celebridades traz reflexão sobre fama e dinheiro

Refletindo Sobre a Notícia por Ana Carolina Cury|Do R7 e Ana Carolina Cury


A imprensa está comentando e repercutindo a revelação do humorista Whindersson Nunes a respeito do uso de drogas. Em sua biografia, o influenciador detalhou que, após o fim do casamento com a cantora Luísa Sonza, viveu dias difíceis e se afundou no vício.

"Não havia mais intervalo entre as drogas. Eu acordava e desacordava para a vida. Eram drogas e mais drogas tentando estancar sei lá o quê", declarou Whindersson, que destacou o consumo de LSD e ecstasy.

Em biografia, o humorista revelou luta contra vício em drogas
Em biografia, o humorista revelou luta contra vício em drogas

A celebridade observou que Luísa não tem culpa de nada disso e que pensou em buscar ajuda. "Pensava que eu devia me internar. Meus amigos diziam que isso seria um prato cheio para a mídia. E [eu] também não queria que isso fosse um prato cheio para que as pessoas culpassem a Luísa."

Pode até não parecer, mas a dependência química e o alcoolismo são extremamente comuns no mundo das celebridades. A atriz Angelina Jolie, por exemplo, já revelou ter sofrido problemas com heroína, a cantora Amy Winehouse morreu devido ao uso abusivo de drogas, o ator Ben Affleck luta publicamente, desde 2001, contra o alcoolismo, entre muitos outros famosos.

Publicidade

Toda essa infeliz situação nos faz pensar: o dinheiro e a fama são tudo na vida de uma pessoa? Será que eles trazem felicidade?

Ser rico x ser próspero

Publicidade

E se você tivesse tudo o que uma pessoa normalmente deseja, mas não tivesse paz e também não tivesse com quem dividir essas conquistas, será que você seria feliz?

A verdade é que muitos buscam suprir o vazio interior com bens, festas, entre outros. Entretanto, os eventos e os lugares mais desejados e badalados não são capazes de aplacar a angústia.

Os exemplos desses famosos que revelaram sofrer transtornos e vícios só comprovam que muitos têm dinheiro e popularidade e, mesmo assim, não são felizes. Embora sejam ricos e tenham bens materiais, não alcançam a verdadeira prosperidade. Alguns até ostentam sua riqueza, mas não conseguem, de forma alguma, sentir-se realizados.

Ator Ben Affleck luta desde 2001 contra o alcoolismo
Ator Ben Affleck luta desde 2001 contra o alcoolismo

Infelizmente, os recursos, muitas vezes, são usados com vícios, medicamentos e hospitais. Porém, dificilmente eles conseguem curar a dor que vem de dentro.

Já a prosperidade é muito diferente porque representa mais do que possuir bens e riquezas. Ela significa alcançar o sucesso em todas as áreas, como, por exemplo, conquistar a saúde física e emocional, a felicidade no casamento, a harmonia e paz na família etc. 

Assim, o problema não é ser rico, mas fazer do dinheiro um "deus", a única prioridade da vida. Porque, ao tornarem esse pedaço de papel o centro da vida, muitas pessoas se perdem e deixam para trás valores e princípios.

Em Provérbios 16.18 está escrito que "A soberba precede à ruína; e o orgulho, à queda". De fato, a ganância por posições e status tem feito pessoas se perderem e se frustrarem em uma realidade mesquinha e egoísta.

Por isso, devemos sempre buscar o equilíbrio, afinal, o dinheiro pode sim proporcionar momentos prazerosos, mas a real felicidade vem, e sempre virá, da completude interior. Pense nisso!

Os textos aqui publicados não refletem necessariamente a opinião do Grupo Record.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.