Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Renda Extra
Publicidade

Primeira etapa do Desenrola termina após negociar R$ 32,5 bi em dívidas  

Faixa 2, com negociação direta com os bancos, acaba hoje; já a faixa 1, feita na plataforma do programa, vai até 31 de março

Renda Extra|Do R7


Programa já atingiu 11 milhões de pessoas
Programa já atingiu 11 milhões de pessoas

A primeira etapa do programa Desenrola Brasil termina neste domingo (31), com um total de 32,5 bilhões de dívidas negociadas.

A faixa 2, que inclui as negociações feitas diretamente com os bancos e outros credores, começou em 17 de julho e se encerra hoje, após registrar R$ 24,2 bilhões em volume financeiro.

Já a faixa 1, que começou em outubro para as negociações feitas diretamente na plataforma do Desenrola, foi prorrogada até 31 de março de 2024. Além disso, usuários com conta bronze no gov.br já podem acessar o site para renegociação de dívidas.

Antes precisava ter conta ouro ou prata. Agora, o certificado mais básico, nível bronze, passa a ser suficiente para visualizar as ofertas e realizar renegociações com pagamento à vista.

Publicidade

A plataforma pode ser acessada por este link: http://gov.br/desenrola.

Segundo o Ministério da Fazenda, o programa já atingiu mais de 11 milhões de pessoas. A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) afirma que, entre 17 de julho e 1º de dezembro, o número de contratos de dívidas negociados alcançou 3,33 milhões, beneficiando um universo de 2,7 milhões de clientes bancários, só na faixa 2.

Publicidade

As instituições financeiras retiraram as anotações negativas (desnegativaram) de cerca de 6 milhões de registros de clientes que tinham dívidas bancárias de até R$ 100.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto

Histórico

Em julho, a primeira fase do Desenrola Brasil começou com os principais bancos retirando automaticamente 10 milhões de registros de dívidas até R$ 100 dos cadastros de inadimplentes. Ao mesmo tempo, tiveram início as negociações feitas diretamente pelos bancos credores (faixa 2 do programa) com pessoas com renda mensal de até R$ 20 mil cujas dívidas bancárias foram inscritas em cadastros de inadimplentes até 31 de dezembro de 2022.

Em outubro, teve início a segunda fase do programa (faixa 1), quando as negociações também passaram a ser feitas diretamente por intermédio do site do Desenrola, com enfoque no atendimento de pessoas com dívidas bancárias e não bancárias de até R$ 5.000 e renda de até dois salários mínimos ou inscritas no CadÚnico.

Além das dívidas bancárias, como cartão de crédito, foram incluídas as contas atrasadas de outros setores, como energia, água e comércio varejista.

A plataforma do Desenrola permite a renegociação até mesmo com bancos onde a pessoa não tem conta, possibilitando a ela que escolha a instituição bancária que oferecer a melhor taxa. É possível consolidar todas as dívidas em um só lugar, financiando todas em um banco e parcelando o valor negociado.

Quem precisar de ajuda para acessar o site pode ir presencialmente a agências do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e outros bancos, onde as equipes estão treinadas para auxiliar os interessados no Desenrola.

Morango, passagem aérea e ar-condicionado encarecem e são vilões da prévia da inflação de 2023

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.