Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Carro 'voa' antes de capotar em cruzamento marcado por acidentes na Baixada Fluminense 

No intervalo de seis horas, duas graves batidas deixaram ao menos três vítimas no local, sendo que uma delas não resistiu

Rio de Janeiro|Bruna Oliveira e Raphael Lacerda, do R7


Carro capotou em cruzamento marcado por acidentes
Carro capotou em cruzamento marcado por acidentes Reprodução

Diversos flagrantes de acidentes de trânsito têm sido registrados em um cruzamento de uma das avenidas mais movimentadas de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Somente no intervalo de seis horas no início dessa semana, duas graves batidas deixaram ao menos três vítimas, sendo que uma delas não resistiu. Preocupados, moradores e frequentadores da região pedem mais fiscalização e prudência por parte dos motoristas

No final da noite de domingo (10), um carro ‘levantou voo’ ao desviar de um veículo que cruzava a pista e bateu no meio-fio, entre as avenidas Governador Leonel de Moura Brizola e Darcy Vargas. O carona ficou ferido no acidente, segundo testemunhas.

Motociclista morreu após choque com ônibus
Motociclista morreu após choque com ônibus Reprodução

No mesmo local, uma motocicleta colidiu um ônibus, por volta das 5h de segunda-feira (11). Sem capacete, o condutor não resistiu. Já o garupa, que também estava sem o acessório de proteção, foi levado ao hospital.

De acordo com a vizinhança, em média, ao menos dois acidente por mês são registrados neste cruzamento.

Publicidade

A prefeitura chegou a criar uma rotatória de concreto para evitar novas batidas, mas no dia seguinte à obra um carro se chocou contra a estrutura. Como alternativa, foram feitas marcações com tinta.

O comerciante Robson Ribeiro do Santos disse acreditar que a imprudência dos condutores seja a principal causa de acidentes no local e pede a presença de um agente de trânsito.

Publicidade

“Pelo menos durante o dia deveria ter um guarda municipal. Em cinco minutos aqui, você vai ver inúmeras infrações de trânsito”, ressalta.

Além disso, ele aponta a sensação de insegurança na região como um dos motivos para os motoristas não respeitarem o limite de velocidade da via.

“Ocorrem muitos assaltos durante o dia, à noite e na madrugada, de diferentes formas. Eles roubam motos, carros, caminhões. Há quatro meses, sequestraram um caminhão, o motorista parou aqui em frente e houve uma troca de tiros. Aqui é uma rota de fuga, têm muitas comunidades no entorno”, conta Robson.

O que disse a prefeitura

Em nota, a prefeitura de Duque de Caxias afirmou que o trecho entre a avenida Governador Leonel de Moura Brizola com a Darcy Vargas tem sinalização vertical e horizontal, além de possuir semáforos em pleno funcionamento.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.