Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

PM prende suspeito de matar major do Corpo de Bombeiros

Suspeito estava fugindo para Campo Grande, na zona oeste, após pertences do major serem encontrados em sua casa

Rio de Janeiro|Gabriel Pieroni*, do R7


Major foi morto na última quarta-feira (16)
Major foi morto na última quarta-feira (16)

Agentes do BPVE (Batalhão de Policiamento em Vias Expressas) prenderam, na noite da última quinta-feira (17), na avenida Brasil, próximo á saída da rodovia Presidente Dutra, um dos suspeitos de matar o major do Corpo de Bombeiros Wagner Bonin. O crime aconteceu após a vítima fotografar barricadas no interior da comunidade São Mateus, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense.

O suspeito, identificado como Washington Rogério Magalhães, de 20 anos, estava em um veículo com outros dois homens. Em depoimento, segundo as investigações, Washington admitiu que fugia para o bairro de Campo Grande, na zona oeste do Rio, após uma busca policial em sua casa, onde foram encontrados pertences do major do Corpo de Bombeiros.

Ele também confirmou aos agentes do BPVE que o seu aparelho celular teria sido encontrado por agentes de segurança na cena do crime. Ainda segundo a polícia, a DHC (Delegacia de Homicídios da Capital) informou que existem indícios da participação de Washington no crime.

Um mandado de prisão temporária foi solicitado pela DHC à Justiça. As investigações continuam para identificar e prender outros suspeitos pelo crime.

Publicidade

O corpo do major será enterrado no Cemitério Jardim da Saudade, em Mesquita, na Baixada Fluminense, no próximo sábado (19). Wagner Bonin deixa uma esposa e um filho de 2 anos.

Relembre o caso

Publicidade

O major do Corpo de Bombeiros Wagner Bonin, de 42 anos, foi sequestrado e morto por traficantes em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O crime aconteceu após o major fotografar barricadas no interior da comunidade São Mateus. Ele foi descoberto pelos criminosos na tarde da última quarta-feira (16). 

Segundo testemunhas, o major ia denunciar a ação dos criminosos que estavam expandindo a área controlada pelo tráfico na comunidade. Após tirar as fotos, Wagner não foi mais visto.

Publicidade

O carro que está registrado no nome da esposa do major foi encontrado pegando fogo na Pavuna, zona norte do Rio. Depois do trabalho de rescaldo dos bombeiros, o corpo do major foi encontrado parcialmente carbonizado no banco traseiro.

Com o apoio de helicóptero e veículo blindado, agentes da Core (Coordenadoria de Recursos Especiais), da Polícia Civil, fizeram uma operação no Complexo do Chapadão, zona norte do Rio, em busca dos assassinos do major do Corpo de Bombeiros Wagner Bonin.

Agentes de segurança mortos

Com a morte de Wagner Bonin, subiu para 51 o número de agentes de segurança mortos em ações violentas no Rio de Janeiro, em 2022:

33 da Polícia Militar

5 da Polícia Civil

5 da Marinha

2 da Polícia Penal/SEAP

1 da Polícia Rodoviária Federal - PRF

1 do Degase

1 da Guarda Municipal

1 da Aeronáutica

1 do Exército (SGT Reformado)

1 do Corpo de Bombeiros do Rio

Disque Denúncia

Disque Denúncia divulga cartaz
Disque Denúncia divulga cartaz

O Disque Denúncia divulgou, nesta sexta-feira (18), um cartaz para ajudar no inquérito do Núcleo de Investigações de Morte de Agentes de Segurança, da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), a fim de obter informações que possam levar à prisão dos envolvidos na morte do major do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro Wagner Luiz Melo Bonin, de 42 anos.

O Disque Denúncia recebe informações sobre a localização de foragidos da Justiça nos seguintes canais de atendimento, com anonimato garantido:

• WhatsApp do Portal dos Procurados: (21) 98849-6099;

• telefone: (21) 2253-1177 ou 0300-253-1177;

• app "Disque Denúncia RJ";

• Facebook (inbox): https://www.facebook.com/procuradosrj/;

• Twitter (mensagem): https://twitter.com/PProcurados; e

• site do Portal dos Procurados (em Denuncie): procurados.org.br/contato.

*Estagiário do R7 sob supervisão de PH Rosa

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.