Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Polícia prende suspeito de matar jovem no Rio; corpo estava em saco plástico e com sinais de tortura

Última localização registrada pelo GPS do aparelho da vítima havia sido a casa de Anderson Luiz, segundo a investigação

Rio de Janeiro|Do R7, com Record TV Rio


Corpo de Viviane foi encontrado dentro de saco plástico
Corpo de Viviane foi encontrado dentro de saco plástico

Foi preso, nesta terça-feira (27), o suspeito de ter matado a jovem Viviane Farias, de 19 anos. O corpo dela foi encontrado dentro de um saco plástico, com sinais de tortura, na estrada do Guandu, na zona oeste do Rio, na semana passada. 

A Justiça decretou a prisão temporária do homem que se apresentou na delegacia dias após o crime. Anderson Luiz foi capturado na comunidade do Viegas, em Bangu, na zona oeste, nesta tarde, e encaminhado à Divisão de Homicídios da Capital.

No último dia 23, ele prestou depoimento, negou envolvimento no assassinato e acabou sendo liberado. No entanto, os investigadores identificaram contradições na versão apresentada.

Ainda de acordo com a polícia, a última localização registrada pelo GPS do aparelho celular da vítima havia sido a residência de Anderson. Pessoas ligadas a Viviane confirmaram que a jovem conhecia o suspeito.

Publicidade

A jovem foi achada morta após ter ficado dois dias desaparecida. Segundo a família, ela havia saído de casa, na comunidade Vila Kennedy, onde morava com o pai, para trabalhar em uma lanchonete em Madureira, na zona norte.

A defesa do suspeito ainda não foi localizada pelo R7. Informações da polícia revelam que ele já tem histórico de estupro, roubo e receptação.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.