Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Previsão de chuva forte deixa regiões do Rio de Janeiro em alerta

Temperaturas terão declínio acentuado, com máxima de 34°C; , os ventos estarão moderados entre 18,5 km/h a 51,9 km/h 

Rio de Janeiro|Da Agência Brasil


Passagem de frente fria vai provocar chuva forte
Passagem de frente fria vai provocar chuva forte

Nas últimas 24 horas, os bombeiros do Rio atenderam 150 ocorrências relacionadas às chuvas em todo o território fluminense. Entre elas 40 salvamentos de pessoas presas ou ilhadas, duas inundações, 7 desabamentos e deslizamentos e 101 cortes de árvores.

De acordo com a Defesa Civil do Estado, a passagem da frente fria pelo oceano e a atuação de um sistema de baixa pressão sobre o estado do Rio de Janeiro provocarão também chuvas fortes a muito fortes, a partir da manhã deste sábado na Costa Verde e, a partir da tarde, nas regiões: Sul, capital, Serrana, Baixada Fluminense e Metropolitana. Nas demais regiões há previsão de chuva moderada a forte, a partir da tarde.

Capital

Segundo o Alerta Rio, serviço da prefeitura, a aproximação e passagem de uma frente fria sobre o oceano influenciarão o tempo na cidade do Rio de Janeiro hoje (18). O dia terá céu parcialmente nublado a nublado e há previsão de pancadas de chuva moderada a forte a partir da tarde. Ainda conforme o Alerta Rio, os ventos estarão moderados entre 18,5 km/h a 51,9 km/h e as temperaturas terão declínio acentuado, com máxima de 34°C.

A Sedec-RJ (Secretaria de Estado de Defesa Civil) e o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) monitoram as precipitações em todo o estado. A intenção é prevenir e minimizar qualquer possível dano. Os agentes da Defesa Civil Estadual permanecem em contato frequente com as prefeituras, para dar suporte nos casos em que as ocorrências extrapolam a capacidade de resposta da gestão municipal.

Monitoramento

Além de monitorar as condições meteorológicas, o Cemaden-RJ (Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais) segue avaliando os níveis pluviométricos e enviando alertas para os municípios. Por volta das 11h, estava alto o risco hidrológico na Região Metropolitana com alerta para inundações e alagamentos em São Gonçalo, onde a chuva forte de segunda-feira (13) à noite causou a morte de quatro pessoas.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.