Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ex-secretário de Cabral revela que esquema de Sérgio Cabral havia 13° e 14°de propina

.

RJ Record|Do R7


Apontado pela Lava Jato como operador financeiro do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB), Carlos Miranda revelou durante depoimento na 7ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (11), os valores de pagamentos que ele ele e os ex-secretários de Cabral Wilson Carlos e Régis Fichtner, recebiam de empreiteiras. Miranda contou que o esquema de pagamento de propina funcionou até as vésperas da prisão de Sérgio Cabral no ano passado. Segundo o ex-secretário, eles recebiam R$ 150 mil mensais para administrar o suposto esquema de propina do ex-governador.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.