Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Analista de TI é preso por suspeita de pedofilia em Osasco

Segundo a Polícia Civil, foram encontrados diversos vídeos impróprios no notebook de Anderson Paes Gonçalves, de 43 anos

São Paulo|Isabelle Gandolphi, da Agência Record, e Gabrielle Pedro, do R7


Anderson Paes Gonçalves, de 43 anos, confessou o crime à polícia
Anderson Paes Gonçalves, de 43 anos, confessou o crime à polícia

Um analista de tecnologia de informações (TI), identificado como Anderson Paes Gonçalves, de 43 anos, foi preso por suspeita de pedofilia em Osasco, na região metropolitana de São Paulo, na manhã desta quinta-feira (16).

A Polícia Civil de Barueri, que faz parte da Delegacia Seccional de Carapicuíba, está apurando inquéritos de casos de pedofilia. Na manhã de hoje (16), cumpriu um mandado de busca e apreensão.

Pelo IP das máquinas usadas para realizar o download do material, a operadora da internet forneceu à polícia o nome e o endereço do usuário.

A polícia afirmou que, assim que chegou ao endereço, Anderson forneceu seu notebook e confessou o crime. Além de baixar o conteúdo, o analista de TI compartilhava o material.

Publicidade

Segundo a Polícia Civil, mais de dois mil gigabytes de vídeos foram encontrados no notebook.

O homem foi encaminhado à Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) de Barueri. O crime de pedofilia é inafiançável.

A reportagem tentou falar com a defesa de Anderson, mas ela preferiu não se manifestar. O espaço permanece aberto para pronunciamento.

Produtor musical é acusado de pedofilia

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.