Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Caso Isabella Nardoni: MP pede a volta de Anna Jatobá para a prisão

A madrasta da menina, condenada junto com Alexandre Nardoni pelo assassinato, deixou o presídio de Tremembé em junho

São Paulo|Do R7, com informações do Cidade Alerta


Anna Jatobá durante saída do presídio
Anna Jatobá durante saída do presídio

O Ministério Público de São Paulo solicitou à Justiça que Anna Carolina Jatobá, condenada pela morte da enteada, Isabella Nardoni, volte para a prisão. O pedido ocorre cerca de dois meses depois que a madrasta da menina obteve a progressão de pena para o regime aberto e deixou o presídio, em Tremembé (SP). 

Segundo o Ministério Público, Anna Jatobá tem comportamento "agressivo" e deve voltar, portanto, ao regime semiaberto. Nessa modalidade, o detento tem autorização para deixar a penitenciária durante o dia, para trabalho ou estudos, mas precisa retornar e passar a noite na prisão. 

Anna Jatobá foi considerada culpada por homicídio triplamente qualificado junto com o pai de Isabella. A condenação foi semelhante à de Alexandre Nardoni, também considerado culpado por ter matado a filha, então com 5 anos, e a jogado da janela do apartamento onde moravam, na zona norte de São Paulo. O caso ocorreu em 2008. 

A madrasta de Isabella Nardoni foi condenada inicialmente a 26 anos de prisão e cumpria pena na Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, no interior de São Paulo.

Publicidade

Anna Carolina Jatobá conseguiu remir uma pequena parte da pena ao trabalhar como costureira na prisão. Em 2017, ela migrou para o regime semiaberto. Em junho deste ano, passou para o regime aberto e deixou a prisão. Agora, a Justiça vai decidir se ela permanece em liberdade.

Alexandre Nardoni, condenado a uma pena de 30 anos, continua preso.

Relembre o caso Isabella Nardoni e veja a situação dos condenados pelo assassinato

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.