Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Gráfica de Valdemiro Santiago é acusada de furtar água

Policiais do Deic indiciaram gerente de empresa situada no Brás, centro de SP

São Paulo|Do R7

A gráfica acusada de furtar água
A gráfica acusada de furtar água A gráfica acusada de furtar água

Uma gráfica em nome dos líderes da Igreja Mundial do Poder de Deus — o apóstolo Valdemiro Santiago de Oliveira e a mulher dele, a bispa Franciléia de Castro Gomes de Oliveira — instalada no Brás, região central de São Paulo, é acusada de furtar água.

O gerente financeiro da gráfica, o jornalista Jorge Alves Lisboa, de 47 anos, foi preso em flagrante na manhã desta quarta-feira (28) por policiais da Delegacia de Investigações sobre Crimes Patrimoniais contra Órgãos e Serviços Públicos do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais).

Os policiais foram à sede da gráfica WS Music, na rua da Alfândega, após levantamentos feitos pela Sabesp apontar um possível desvio de água. No local, os técnicos comprovaram a suspeita de que havia acesso de água sem mensuração — e, portanto, sem cobrança. 

No interior da empresa, onde trabalhariam cerca de 100 funcionários, existem máquinas que necessitam de água para o resfriamento. Por isso, os investigadores acreditam que o valor consumido era alto.

Publicidade

De acordo com a Sabesp, a empresa só pagava uma taxa mínima havia seis meses.

Na Junta Comercial, Valdemiro aparece como dono da gráfica
Na Junta Comercial, Valdemiro aparece como dono da gráfica Na Junta Comercial, Valdemiro aparece como dono da gráfica

Questionado, o gerente alegou desconhecer que o esquema de furto de água na empresa. Por se tratar de um crime afiançável, foi estipulada a fiança de dez salários mínimos a Lisboa.

Publicidade

Foi o gerente que indicou aos policiais que Valdemiro e Franciléia seriam os proprietários do local, que imprime publicações da Igreja Mundial. No cadastro da empresa na Jucesp, consta o nome do casal.

A polícia aguarda o comparecimento do apóstolo e sua esposa para mais esclarecimentos.

Leia mais notícias de São Paulo

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.