Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Metroviários de SP suspendem greve prevista para esta quarta

Categoria se queixa da falta de novas contratações e do não pagamento da participação nos resultados, entre outros itens

São Paulo|Do R7, com informações da Agência Record


Metroviários entregam panfletos em estação do Metrô
Metroviários entregam panfletos em estação do Metrô

Os metroviários de São Paulo suspenderam a greve marcada para esta quarta-feira (15) em São Paulo e pretendem agora realizar uma nova assembleia no dia 28. A paralisação estava prevista para as quatro linhas administradas pelo Metrô de São Paulo: 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 5-Lilás. 

Apesar da suspensão da paralisação, o estado de greve está mantido, segundo o sindicato. O motivo é a falta de novas contratações e o não pagamento da participação nos resultados e dos adicionais conhecidos como "steps", que ajudam a reduzir injustiças salariais entre funcionários em início de carreira e os que já atingiram o teto da função.

A suspensão da greve se deu em decisão durante assembleia na noite desta terça. Os trabalhadores afirmam que receberam uma carta do Metrô em que a empresa garante o pagamento dos steps no próximo dia 28. Nessa mesma data, também está prevista uma reunião de negociação com o Metrô. Ainda no dia 28, os trabalhadores voltarão a se reunir para deliberar sobre a possível paralisação.

Procurada, a companhia estadual não se manifestou sobre a negociação e sobre as queixas dos metroviários. A empresa afirmou que os metroviários de SP suspenderam a greve. "Nesta quarta-feira (15), as linhas da Companhia do Metrô funcionarão normalmente a partir das 04h40", disse o Metrô.

Samby e Junior e Vou de Táxi: veja nomes inusitados de blocos de Carnaval em São Paulo

" gallery_id="63e25012416eb973a40003e9" url_iframe_gallery="noticias.r7.com/sao-paulo/metroviarios-de-sp-suspendem-greve-prevista-para-esta-quarta-14022023"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.