Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Mulher de escrivão desaparecido deixa casa por medo após a morte de ex-PMs que investigavam caso

Elinete Devides de Lima também parou de fazer postagens sobre o sumiço de Thiago Devides Marcondes em suas redes sociais

São Paulo|Do R7


Elinete Devides com Thiago Devides Marcondes
Elinete Devides com Thiago Devides Marcondes

Elinete Devides de Lima, mulher do escrivão da Polícia Civil desaparecido Thiago Devides Marcondes, de 41 anos, decidiu deixar a casa em que vivia com o marido e a filha logo após descobrir que dois ex-policiais militares, amigos da família, foram encontrados mortos enquanto investigavam o desaparecimento de Thiago.

· Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

· Compartilhe esta notícia pelo Telegram

O escrivão está desaparecido desde o dia 16 de fevereiro. Ele foi visto pela última vez em um posto de gasolina em Poá, na região metropolitana de São Paulo.

Publicidade

Imagens de câmeras de segurança mostram que ele chegou a se encontrar com o policial militar Gilberto Antunes Xavier, o principal suspeito do desaparecimento de Thiago, que está foragido.

Aflita com o sumiço do marido, Elinete usava as redes sociais para divulgar o caso e encontrar respostas. Ela também contava com a ajuda de dois ex-policiais militares na investigação.

Publicidade

Fábio Datilo e Marcelo da Silva Datilo eram primos e muito amigos de Thiago e decidiram investigar o caso por contra própria. No entanto, no dia 19 de abril os dois foram encontrados sem vida. Os corpos deles foram desovados em uma área de mata, na Grande São Paulo.

Assim que soube dos crimes, a mulher de Thiago decidiu deixar a casa em que vivia com ele e a filha do casal por medo de que algo acontecesse com ela. Ela também parou de fazer publicações sobre o assunto em suas redes sociais.

Os investigadores do caso não descartam a hipótese de que o assassinato de Fábio e Marcelo e o desaparecimento do escrivão tenham relação com um esquema de corrupção que envolve policiais e o tráfico de drogas.

Assista à reportagem:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.