Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Número de mortes sobe para 40 após temporal no litoral de SP

Todas as mortes, exceto uma, ocorreram em São Sebastião, cidade que sofreu com deslizamentos. Veja a situação das estradas

São Paulo|Do R7


Resgate no litoral norte de São Paulo; região vive tragédia após temporal
Resgate no litoral norte de São Paulo; região vive tragédia após temporal

O número de mortos no litoral de São Paulo por conta das fortes chuvas do último fim de semana subiu para 40, conforme o balanço divulgado pelo governo estadual na tarde desta segunda-feira (20).

A maioria das mortes — 39 — ocorreu em São Sebastião. Desmoronamentos afetaram bairros na costa sul da cidade, em especial a Vila Sahy. Já o município de Ubatuba registrou a morte de uma menina de 7 anos devido ao deslizamento de uma pedra. No total, sete corpos já foram identificados e liberados para o sepultamento.

Na tarde desta segunda, o governo de São Paulo estimava em 40 o número de desaparecidos. As buscas acontecem desde domingo (19) e agora contam com a presença de 600 profissionais. As vítimas resgatadas com vida estão sendo socorridas.

A Secretaria de Estado da Saúde informa que 18 adultos e cinco crianças, vítimas das chuvas, foram atendidas, até o momento, no Hospital Regional do Litoral Norte. Desse total, seis estão em estado grave, e 13, estáveis. Outros dois pacientes já receberam alta hospitalar, e outras duas, uma grávida e uma puérpera, foram transferidas para o Hospital Stella Maris. 

Publicidade

Chuva

A chuva em um período de 24 horas é considerada a maior da história do país. Ela não apenas causou deslizamentos mas também afetou o fornecimento de água e o funcionamento das estradas e provocou o cancelamento de festas de Carnaval. As cidades do litoral norte, além de Bertioga, na Baixada Santista, entraram em estado de calamidade pública.

Água

Os técnicos da Sabesp continuam a trabalhar para o restabelecimento dos sistemas de abastecimento de água. Em São Sebastião e Ilhabela, 39 caminhões-tanque da companhia realizam o abastecimento emergencial até a regularização total dos sistemas. A produção de água em Maresias já foi retomada, e mais de 8.000 imóveis já estão com o abastecimento em recuperação (Maresias e Barra do Una).

Publicidade

Em Caraguatatuba e Ubatuba, o sistema de abastecimento continua em processo de recuperação. Ao todo, 104 técnicos da companhia estão empenhados nesse trabalho, com o apoio de caminhões de hidrojateamento e alto vácuo, seis retroescavadeiras e outros veículos.

Ajuda humanitária

O Fundo Social de São Paulo recebe doações para as vítimas das chuvas do litoral norte paulista. As principais necessidades, segundo a Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, são alimentos não perecíveis, água mineral e roupas limpas e em bom estado para uso. As entregas podem ser feitas no depósito do FUSSP, localizado na avenida Marechal Mario Guedes, 301, no Jaguaré, na zona oeste da capital paulista. O fundo também disponibilizou duas contas bancárias para os interessados em fazer depósitos, transferência ou Pix para auxiliar as famílias desalojadas ou desabrigadas. 

Publicidade

Estradas

O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) visitou, na tarde desta segunda-feira (20), trechos da rodovia Rio-Santos que estão total ou parcialmente interditados por conta das fortes chuvas que atingiram o litoral norte. A região que vai da Barra do Sahy até Boiçucanga, no município de São Sebastião, está ilhada por causa das interdições. Esse trecho da rodovia engloba, além de Barra do Sahy e Boiçucanga, as praias da Baleia e Camburi, e está completamente interditado devido a quedas de barreiras. 

Neste momento, as seguintes rodovias administradas pelo DER estão com pontos de interdição total e parcial:

Total

Rio-Santos

Km 157 ao 162 – queda de barreira

Km 174+500 – queda de barreira

Parcial

Rio-Santos

Km 61 – queda de barreira; Km 66 – queda de barreira; Km 84 – queda de árvore; Km 87– queda de barreira e árvores; Km 95 – alagamento; Km 95 e 96 – queda de barreira; Km 116 – queda de barreira; Km 136 a 142 – queda de barreira e árvores; Km 164 – queda de barreira; Km 180 – queda de árvore; Km 188 – erosão; Km 237 – queda de barreira.

Mogi-Bertioga

A rodovia Mogi-Bertioga (SP-098) continua interditada, em razão de rompimento de tubulação na altura do km 82, em Biritiba Mirim. Também há interdição parcial nos km 90 e 91, devido a queda de barreira; e no km 87, devido a erosão. Uma equipe do DER esteve no local e avalia as obras emergenciais que serão necessárias para a recuperação da via. Caso seja necessário o deslocamento, os motoristas devem usar como rotas alternativas as rodovias do sistema Anchieta-Imigrantes (SP-160 e SP-150). Devido a uma queda de barreira no km 174+500 da SP-055, na praia do Juquehy, o acesso a uma rota alternativa pela rodovia dos Tamoios está interditado para quem está entre Bertioga e Juquehy.

Rodovia dos Tamoios – Tráfego normal, sem congestionamentos.

Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) – Sem interdições

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.