Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Polícia prende homem suspeito de ser um dos matadores do PCC

Conhecido como Palito, era procurado da Justiça por organização criminosa e tráfico de drogas. Prisão foi na zona norte da capital

São Paulo|Laura Lourenço, da Agência Record, e Alexandre Esper, da Record TV


Homem investigado por executar mortes pelo PCC foi preso pela equipe do Denarc
Homem investigado por executar mortes pelo PCC foi preso pela equipe do Denarc

Policiais do Denarc (Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico) prenderam em flagrante um homem de 45 anos suspeito de integrar o PCC (Primeiro Comando da Capital). Ele era procurado da Justiça por organização criminosa e tráfico de drogas.

O homem, que seria o executor da facção criminosa, foi preso na rua Joaquim dos Santos Domingues, na Vila Medeiros, zona norte de São Paulo. Ele teve a prisão preventiva decretada e foi conduzido à 3ª Dise (Delegacia da Divisão de Investigações sobre Entorpecentes) do Denarc, onde permanece à disposição da Justiça.

Leia também

Conhecido como Palito, ele estava sendo investigado pelas equipes da 3ª Dise de Guarulhos. Quando os policiais invadiram uma "casa bomba" (local que é usado para preparo das drogas para a venda), conseguiram prender o suspeito e apreender as drogas armazenadas na casa.

Palito é investigado pela morte de pelo menos 30 pessoas. Tinha a função de executor do PCC. Era responsável direta ou indiretamente pela morte das pessoas que eram julgadas pelo tribunal do crime e pelo assassinato de integrantes de grupos rivais.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.