Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Policial militar morre durante perseguição e é resgatado pelo próprio pai, que também é PM

Pai e filho trabalhavam no mesmo batalhão; o acompanhamento começou quando dupla suspeita não obedeceu à ordem de parada

São Paulo|Do R7


Pai e filho trabalhavam no mesmo batalhão
Pai e filho trabalhavam no mesmo batalhão

Um jovem policial militar morreu após sofrer um acidente de moto durante uma perseguição na Vila Prudente, zona leste de São Paulo, na noite desta sexta-feira (4).

A polícia foi acionada, e, quando chegou ao local, um dos oficiais descobriu que o agente acidentado era o próprio filho. 

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade
PM morreu durante perseguição na zona leste de SP
PM morreu durante perseguição na zona leste de SP

O soldado Leonardo de Souza Pires, de 26 anos, era do 19º BPMM (Batalhão da Polícia Militar Metropolitano), mas pediu transferência para a 1ª Companhia do 8º BPMM há cerca de um ano para trabalhar com o pai, que está prestes a se aposentar.

Acidente

Leonardo realizava um patrulhamento de moto junto de seu colega, o cabo Jorge Silva Araújo, por volta das 20h25, na zona leste da capital paulista. Na rua Antônio de Barros, no Tatuapé, os agentes visualizaram uma moto preta, ocupada por dois homens em atitude suspeita.

Publicidade

A ordem de parada não foi obedecida, o que deu início a uma extensa perseguição, que contou com o apoio de viaturas do 21° Batalhão. A fuga percorreu as avenidas Vereador Abel Ferreira, Sapopemba e Vila Ema.

Quando os policiais chegaram à avenida Luiz Ignácio de Anhaia Mello, na altura do número 3.322, Leonardo colidiu com a traseira de uma moto, ocupada por Rafael de Paula Martins, que não tinha nada a ver com os suspeitos, que conseguiram escapar.

Rafael caiu, bateu a cabeça na guia e sofreu escoriações leves pelo corpo. Já o jovem soldado foi arremessado, bateu a cabeça em um poste de iluminação, sofreu intenso sangramento e ficou desacordado.

Segundo informações do boletim de ocorrência, uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) foi acionada. Leonardo foi socorrido e encaminhado ao pronto-socorro do Hospital Estadual Vila Alpina.

O PM soldado sofreu parada cardiorrespiratória, e foram realizados 14 ciclos de reanimação. A vítima, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu. Ele deixa a esposa. 

O caso foi registrado como desobediência e homicídio culposo na direção de veículo automotor no 56° Distrito Policial, da Vila Alpina.

Oficiais prestaram homenagens a Leonardo
Oficiais prestaram homenagens a Leonardo

A Polícia Militar publicou uma nota em que lamenta a morte do soldado. Guilherme Derrite, secretário de Segurança Pública, também se pronunciou nas redes sociais.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.