Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Suspeito de executar a tiros mulher grávida em SP é identificado

A vítima Thainara Evaristo Gomes, de 25 anos, foi morta durante viagem em carro de aplicativo

São Paulo|Laura Lourenço, da Agência Record


Um dos suspeitos de ter executado uma mulher grávida a tiros foi identificado pela Polícia Militar. O crime ocorreu próximo à delegacia de Jandira, na avenida Alberto Ruffolo, em Jandira, na região metropolitana de São Paulo, por volta das 9h28 de sexta-feira (3). 

Segundo a PM, a vítima estava no banco de trás de um carro de viagens por aplicativo quando dois suspeitos, em uma moto preta, se aproximaram. Um deles disparou ao menos cinco vezes contra a vítima. Comerciantes da região afirmaram que o suspeito estava sem capacete e atirou contra a mulher, fugindo na sequência.

Mulher grávida foi brutalmente assassinada em SP
Mulher grávida foi brutalmente assassinada em SP

A Polícia Civil conseguiu identificar o emplacamento da moto e identificar o suposto dono do veículo. O nome não foi relevado para não atrapalhar a investigação.

A mulher foi identificada como Thainara Evaristo Gomes, de 25 anos, que já possui antecedentes criminais por furto em novembro de 2021 e abril de 2022 e por roubo em setembro de 2022.

Publicidade

De acordo com a repórter Fabíola Correa, do Cidade Alerta, a mulher saiu do sistema prisional há cerca de 15 dias.

Ainda não há informações sobre a motivação do crime. Mas, de acordo com o repórter Lucas Carvalho, a equipe de investigação da Delegacia de Jandira não descarta nenhuma possibilidade, afirmando que pode se tratar de um crime passional ou uma execução.

Publicidade

Em entrevista à Record TV, o motorista de aplicativo, que não quis se identificar, disse que era a primeira corrida que realizava no dia e que ele esperava o farol vermelho do cruzamento abrir quando foi surpreendido pelos criminosos. O motorista não ficou ferido.

Ele já prestou depoimento na delegacia, assim como a mãe da vítima, que está muito abalada e não quis falar com a imprensa. 

O local do crime já foi periciado, bem como o carro do motorista, que permanece apreendido no Distrito Policial.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.