Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Veja dicas para evitar choque elétrico como o que matou catarinense que lavava quintal

Especialista afirma que é preciso ter cuidado com pontos elétricos em áreas molhadas da casa, como banheiros e lavanderias

São Paulo|Do R7


Diane sofreu choque enquanto limpava quintal
Diane sofreu choque enquanto limpava quintal

A morte de Diane Ramos, de 39 anos, acendeu um alerta sobre os riscos que envolvem equipamentos elétricos. A catarinense, que morava em Joinville (SC), morreu após ter levado um choque enquanto limpava o quintal de casa com uma lavadora de alta pressão.

O especialista José Aquiles Grimoni, professor da Escola Politécnica da USP (Universidade de São Paulo), afirma que é extremamente importante o cuidado com instalações elétricas em áreas molhadas, como banheiros, lavandeiras e quintais.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Em entrevista ao R7, Grimoni explica que a ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) indica o uso do IDR (interruptor diferencial residual) para controlar a energia de cômodos onde é comum o uso de água. O equipamento evita que aconteçam fugas de correntes que provocam choques elétricos.

Esse interruptor é instalado no quadro de luz junto aos disjuntores e pode controlar a corrente no banheiro, por exemplo, onde é comum o uso de água em equipamentos elétricos.

Publicidade

“O IDR compara as correntes das fases e neutro da casa. Se ele mede uma diferença acima de um [determinado] valor, ele desliga o cabo no qual está conectado”, conta o especialista.

Aterramento

Grimoni também ressalta a importância do cabo terra. Esse fio fica preso justamente ao terceiro pino da tomada e deve estar ligado ao sistema de aterramento feito na casa.

Publicidade

Calçado

O especialista alerta para uma máxima dos brasileiros que nem sempre pode salvá-los do choque elétrico: o chinelo de borracha. Segundo o professor da USP, o calçado, amplamente utilizado durante serviços domésticos, não garante um bom isolamento.

“O chinelo, muito usado em lavanderias residenciais, não garante totalmente a isolação do corpo da pessoa de um possível choque elétrico. Depende muito do tipo de choque (direto ou indireto) e da intensidade”, reforça Grimoni.

Leia também

A descarga direta ocorre quando parte do corpo da pessoa entra em contato com as fases da rede e com pontos que permitam um caminho corrente por um corpo. Já a indireta acontece quando tocamos na carcaça metálica de um eletrodoméstico, uma geladeira ou máquina de lavar.

Segundo a Abracopel (Associação Brasileira de Conscientização para os Perigos da Eletricidade), sempre que for necessário usar uma lavadora de alta pressão, ou qualquer equipamento elétrico que envolva água, a pessoa deve calçar botas de borracha. Se for preciso conectar o equipamento a uma extensão, os fios devem ser mantidos longe da água.

Ainda de acordo com a Abracopel, 592 pessoas morreram no Brasil devido a choques elétricos ao longo de 2022.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.