Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Anvisa autoriza prazo de validade maior para vacinas bivalentes da Pfizer contra a Covid

Imunizantes tinham permissão para serem usados por 12 meses após a fabricação, mas período foi estendido para 18 meses

Saúde|Do R7


Anvisa levou em conta novos estudos para permitir ampliação do prazo de validade
Anvisa levou em conta novos estudos para permitir ampliação do prazo de validade

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou, nesta quinta-feira (9), que as vacinas bivalentes da Pfizer contra a Covid-19 tenham prazo de validade de 18 meses — o registro inicial era de 12 meses.

"Para a decisão foram considerados novos dados de estudos de estabilidade e que demonstraram não haver alteração nas especificações de qualidade das vacinas no período adicional ao prazo anteriormente autorizado", informou o órgão regulador em nota.

As vacinas que já tenham sido distribuídas poderão ser usadas pelo prazo maior, desde que sejam observadas "as medidas de comunicação e rastreabilidade dos lotes feita pela empresa Pfizer", salienta a Anvisa.

Os imunizantes bivalentes foram aprovados pela Anvisa em novembro de 2022 para toda a população acima de 12 anos.

Publicidade

No entanto, devido à falta de doses — o Ministério da Saúde conseguiu garantir até agora 49 milhões de vacinas —, elas serão utilizadas neste primeiro momento para reforço em grupos prioritários, a partir de 27 de fevereiro.

A vacina bivalente da Pfizer possui antígenos contra o vírus original, descoberto em Wuhan, e contra as subvariantes da Ômicron BA.4 e BA.5, que circulam mais atualmente.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.