Saúde Exposição intensa ao sol é um dos grandes vilões do herpes

Exposição intensa ao sol é um dos grandes vilões do herpes

Cuidados na escolha dos alimentos podem se tornar aliado no combate à doença

Herpes aparece com maior frequência na região dos lábios

Herpes aparece com maior frequência na região dos lábios

Thinkstock

Mais comum do que se imagina, 90% da população mundial convive com o vírus do herpes, segundo dados da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia). Apesar do alto índice de portadores, apenas 10% das pessoas infectadas não produzem imunidade suficiente para o combate da doença, explica a nutricionista Thais Pilloto Duarte.

— Para reverter esses índices, o ideal é abolir os alimentos ricos em arginina, como carnes, cereais, leite, queijo, chocolates e castanhas. Por outro lado, é importante incluir na dieta alimentos que contam com vitaminas C, E e zinco.

O herpes aparece com maior frequência na região dos lábios e se manifesta inicialmente com coceira e ardência. Depois, formam-se pequenas bolhas que se rompem e liberam líquido rico em vírus, formando uma ferida. A duração aparente da doença varia de cinco a dez dias.

Vírus do herpes pode aumentar o risco de problemas de memória

Além da baixa imunidade, a dermatologista Adriana Cristina Caldas cita outros fatores que podem desencadear a doença.

—Exposição intensa ao sol, fadiga física e mental, estresse, febre e infecções que diminuem a resistência.

Pai é proibido de ver filho após pegar terrível herpes

Segundo a especialista, a arginina é um aminoácido encontrado nos alimentos que contém proteína e atua na queda da imunidade. Por isso, a necessidade de investir em uma alimentação rica em vitaminas e nutrientes para prevenir o quadro.

— Em uma alimentação simples é possível ingerir tudo. A vitamina C está presente em frutas cítricas, como a laranja e o limão. É possível aproveitar a vitamina E dos óleos vegetais, aqueles de soja, milho e girassol. O zinco é encontrado em uma lista extensa de alimentos que inclui alface, couve e beterraba, entre outros.

Para tratar o herpes, a dermatologista reforça que a prescrição dos medicamentos varia de acordo com a intensidade da doença.

— Em casos mais simples, pomadas e cremes de uso local já são eficientes. Nos mais complexos, remédios de via oral, os comprimidos, são indicados.

Últimas