Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Por que o primeiro da lista recusou o coração que acabou transplantado em Faustão?

Com insuficiência cardíaca, o apresentador, de 73 anos, aguardava pelo órgão desde o começo do mês e o recebeu no domingo

Saúde|Do R7, com Estadão Conteúdo


Faustão era o segundo da fila em São Paulo
Faustão era o segundo da fila em São Paulo

A recusa do primeiro da fila para um transplante de coração em São Paulo reduziu a espera de Fausto Silva, de 73 anos, que recebeu o órgão neste domingo (27). 

Faustão era o segundo da lista. Nesta segunda-feira (28), a mulher dele, Luciana Cardoso, afirmou que o apresentador entrou na fila no último dia 8 — o fato, porém, só foi divulgado na semana passada. 

A Central de Transplantes do Estado de São Paulo não informou o motivo da recusa da equipe médica do primeiro paciente da lista, mas existem algumas possibilidades. 

Elas podem estar relacionadas a incompatibilidades entre receptor e doador.

Publicidade

De acordo com a cardiologista Carolina Casadei dos Santos, especialista em insuficiência cardíaca e transplante de coração filiada à Sociedade Brasileira de Cardiologia, são vários os motivos que podem levar a equipe médica a recusar um órgão, como no caso do primeiro paciente da lista.

As razões podem ir desde questões logísticas, como a indisponibilidade do paciente para a cirurgia imediata, até a incompatibilidade anatômica entre o doador e o receptor.

Publicidade

"A recusa pode ser por questões logísticas, do tempo que levaria para o coração chegar dependendo de onde estivesse esse outro receptor, pela questão do peso do paciente, que pode servir para um, e não para o outro", explica a médica.

Segundo as normas de compatibilidade para transplante de coração, o receptor só pode receber o órgão de um doador com peso que varie até 20% para mais ou para menos em relação ao de quem aguarda o transplante.

Publicidade

Um paciente de 80 kg, por exemplo, só pode receber um órgão de um doador que pese entre 64 kg e 96 kg.

Em São Paulo, o tempo de espera por um transplante de coração para potenciais receptores do grupo sanguíneo B, como era o caso em questão, é de um a três meses — mas pode ser reduzido por urgência.

Faustão estava na UTI desde o começo do mês e passava por diálise. Ele havia sido diagnosticado com um quadro de insuficiência cardíaca, que é quando o coração perde a capacidade de bombear sangue adequadamente para outras partes do corpo. 

De Faustão a Stevie Wonder: veja famosos que passaram por transplante de órgão

" gallery_id="64e6306c4b49550791000171" url_iframe_gallery="noticias.r7.com/saude/por-que-o-primeiro-da-lista-recusou-o-coracao-que-acabou-transplantado-em-faustao-28082023"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.